Não Me Abandone Jamais (Never Let Me Go) #BEDA

Vasculhei meus filmes favoritos no começo do mês para escrever o post Filmes Favoritos Baseados Em Livros Que (ainda) Não Li para o #BEDA, já comecei sabendo que eu não poderia fazer um post sobre os meus filmes favoritos sem citar Não Me Abandone Jamais, então comecei a escrever o referido post por este filme mas acabei escrevendo muito mais do que o planejado, foi quando notei que seria necessário fazer um post somente para este filme que é uma adaptação literária de um livro que eu não li, e também um dos meus filmes favoritos da vida.

Não Me Abandone Jamais (Never Let Me Go) - 2010

Dirigido por: Mark Romanek

Kathy (Carey Mulligan), Ruth (Keira Knightley) e Tommy (Garfield) são amigos íntimos que cresceram juntos num internato inglês que possui um segredo assustador. Quando eles descobrem a excruciante verdade – que eles são clones produzidos geneticamente para serem doadores de órgãos – eles se agarram ao breve tempo que lhes resta para viver e amar.

A primeira coisa que vocês precisam saber sobre Não Me Abandone Jamais é que a história o não vai muito além do que está escrito na sinopse. Nesta distopia, o foco não está na sociedade desalmada que recorreu a criação e posterior morte de clones que darão suas vidas para outras pessoa, tratando-os como algo sem sentimentos. A história não é redondinha e bem explicada, em livros exigimos que as sociedades distópicas sejam bem exploradas, nesse filme não é assim porque o cerne está no relacionamento dos personagens com eles mesmos, com a vida, e principalmente com a morte.

O amor abordado na história é terno, tanto quanto à amizade quanto ao romance em si. O diretor, e muito provavelmente o autor do livro, Kazuo Ishiguro, pois não sei dizer o quanto a adapatação é fiel por não ter lido o livro, não se preocupou em explicar os pormedores da história, as estruturas reais da sociedade. Os próprios personagens não sabem e até certo ponto não percebem a realidade que lhes aguarda. Temos que entender a situação de forma ampla nos atentando aos detalhes. E particularmente gosto de filmes que seguem essa linha.

As poucas pessoas para quem eu indiquei o filme Não Me Abandone Jamais não conseguiram entender porque eu gosto tanto dele, o que o tornou especial para mim. Como comentei no post sobre filmes, compartilhar o gosto por filmes e livros que realmente nos tocam com uma pessoa é algo precioso, pois pode chegar a revelar muito sobre nós mesmos.

Definitivamente não é um filme para todos os gostos, e ele não pretende ser isso, a história é muito sentimental, é preciso sentir nem que seja um pouquinho para compreender. Os personagens são sensíveis, e me apaixonei pela atuação dos atores, gosto muito da Carey Mulligan e do Garfield, até hoje não os vi representando tão bem como em Não Me Abandone Jamais. É triste sim, depois não digam que eu não avisei.

No geral não é um filme com um grande roteiro, e a graça é essa pois ele só pretende nos tocar de alguma forma. História simples, com um dos finais mais tristes que já vi na vida, e uma mensagem que me tocou profudamente: Nós nunca sentiremos que tivemos tempo o bastante. O tempo que queremos ou que aquele que precisamos. A vida tem que ser vivida intensamente agora, antes que o prazo chegue ao fim de forma programada, ou não.

Indico esse filme intensamente. Ainda não li o livro simplesmente porque ele é extremamente caro, mas algum dia ainda conseguirei o meu exemplar. Quanto ao filme estou sempre o revendo, e nunca me canso disso.

Recado sobre as postagens do #BEDA na fanpage. Participe das promoções do blog.

Um comentário:

  1. Oi Gabi!

    Já vi esse filme e adorei! Juro que não sabia que era adaptação de um livro. Sou bem atrasada para esse tipo de informação... hahaha
    Parabéns pelo domínio! Também coloquei o meu esse ano e estou adorando. Muito sucesso sempre! <3

    Beijos
    Aline
    Memórias Literárias

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo