RETROSPECTIVA LITERÁRIA 2014

Em eu li durante todos os dias e em quase todas as horas eu estava lendo alguma coisa para faculdade, então sobrou pouco tempo e vontade para me dedicar a leitura simplesmente pelo prazer. Mas, apesar das poucas leituras não didáticas, li livros realmente fantásticos, estes que vim compartilhar com vocês nesta retrospectiva. Saudades de quando eu conseguia participar daquele desafio de 52 livros por ano, 1 livro por semana, lembram? Devido aos poucos livros esse ano farei diferente, não vou eleger “os melhores do ano” porque o número de categorias quase ultrapassa o de livros de literatura lidos (risos), então vou comentar sobre o que mais me marcaram em 2014. 

    

Esse ano consegui ler alguns clássicos que estavam na minha lista há muito tempo, como O Retrato de Dorian Gray e um dos meus favoritos de todos os tempos: Cem Anos de Solidão, do Gabriel García Márquez, ainda não comentei sobre o livro no Mundo Platônico (o que pretendo fazer muito) com todos as críticas positivas sobre o livro que fizeram li com altas expectativas que foram atingidas e me encantei com a esta fascinante história do Gabo, pretendo ler os outros livros do autor em breve <3

A Insustentável Leveza do Ser foi uma maravilhosa surpresa, não conhecia nada do escritor tcheco Milan Kundera, ganhei o livro de um amigo e resolvi embarcar na leitura sem ler nenhuma resenha, ou nada parecido, e esta ai mais um livro que me marcou, me encontrei mais de uma vez nas páginas do Kundera, quero ler suas demais obras, mas A Insustentável Leveza do Ser está (e estará sempre) no topo da minha lista de releituras.

Li Como eu era antes de você esse mês e não consegui escrever a resenha do livro até agora (nem escrever para o blog) por causa da ressaca literária que me atingiu, até agora algumas reflexões sobre o livro me abatem e a história me aperta o coração. Coincidentemente o livro trata de um assunto que debati muito esse ano na faculdade e me proporcionou uma visão diferente da que eu tinha sobre o tema, muitos argumentos não conseguiram, mas este livro mudou minha opinião sobre o assunto. Resumindo, a história mexeu muito comigo, mal posso esperar para conferir nos cinemas ano que vem a adaptação, já vou separar meus lenços de papel.

Nunca tinha ouvido falar de Pó de Lua até a Bienal do Livro deste ano e foi amor a primeira vista, é o livro mais bonito que li esse ano, exala sentimentos com desenhos simples e muitas brincadeiras com as palavras, um entretenimento leve que rapidamente alivia o estresse entre provas, trabalho, transporte lotado e tudo mais. Também comprei Encontrada na Bienal, e foi outra leitura que deixou meu ano mais leve, continuação de “Perdida” da Carina Rissi, li também da escritora “Procura-se um Marido” leitura muito divertida, recomendo.

   

Em 2014 li muito romances românticos, deve ter sido porque eles geralmente são leituras mais rápidas, mas poucos deles foram histórias leves de se encarar. Um Caso Perdido (junto com Como eu era antes de você) me marcou muito, os protagonistas possuem um passado muito difícil, o drama do livro me impactou bastante, outro que não consegui escrever resenha (risos), sofri muito com essa história que trata de recomeços, mesmo quando a dor é maior do que nós mesmos. Ano que vem chega no Br Losing Hope, livro que conta os acontecimentos de Um Caso Perdido sob outro ponto de vista, livro indispensável para aqueles que gostaram do primeiro.

Terminei as duas séries da Cassandra Clare esse ano, amo seus livros e sem dúvidas o mais marcante foi Princesa Mecânica que encerrou a série As Peças Infernais e como sofri com a história de amor Tessa/Will/Jem! A Cidade do Fogo Celestial também foi uma leitura arrebatadora, não fiquei triste com encerramento porque sei que a Cassandra tem muito para contar sobre o mundo dos caçadores de sombras ainda (A Dama da Meia-Noite!).

Comecei 2014 lendo e me divertindo muito com A Casa de Hades, de uma das minhas séries favoritas, escrita pelo Rick Riordan, e vou começar 2015 encerrando Os Heróis do Olimpo com a leitura de Sangue do Olimpo. Li outros bons livros esse ano como A Casa do Andre Vianco, Dias de Sangue Estrelas da série Feita de Fumaça e Osso, e Todo Dia do David Levithan, a lista completa e minhas avaliações vocês podem conferir no skoob.

E finalmente, a última leitura do ano A Sombra do Vento, do escritor espanhol Carlos Ruiz Zafón, mais um que estava na minha pila de leituras há anos. Por que eu esperei tanto tempo para ler esse livro?! Terminei a leitura hoje de manhã e ainda estou muito envolvida com a história, e com uma vontade enorme de conhecer Barcelona. Um mistério impossível de se decifrar por completo antes do momento certo, uma história simplesmente muito bem contada, pura emoção. Não havia forma melhor de encerrar esse ano que no final das contas foi muito bom!

feliz 2015 para todos os leitores \o/

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Meu deus, Como eu era antes de você é simplesmente o livro mais lindo que já li ;--; ó, só de lembrar da história já me arrepiei! auhauhaha
    Também li Um caso perdido ano passado, e realmente, nós sofremos junto com todas as descobertas do passado deles. Também fiquei louca com o final de as peças infernais, mas sinto que é capaz que eles apareçam na nova séria dela também. E ah, não vai com tanta fome ao pote lendo sangue do olimpo, porque pelo menos pra mim, e muitas pessoas que ouvi comentarem, não foi tudo aquilo que esperavam :(
    Resumindo, você só teve leitura maravilhosa em 2014!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem post novo no blog de "A Lista de Brett", vem conferir!

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi!
    Cem anos de solidão é um livro incrível! Li há anos mas tenho vontade de reler.
    A sombra do vento também é ótimo, li todos do Zafón que a Suma já publicou e gostei de todos.

    Beijos,

    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol!
    Na verdade me surpreendi com os comentário negativos em relação a Sangue de Olimpo, não achei que o Rick Riordan decaiu na narrativa dele, para mim a história sempre seguiu a mesma linha de qualidade e foi formulada par ter aquele final, por isso não percebi nada que me desagradou.
    Como eu era antes de você e de despedaçar o coração, acho que nunca vou me recuperar! Um Caso Perdido também é triste além da conta, mas o romance é uma fofura <3
    Minhas leituras de 2014 realmente foram incríveis!

    Obrigada pela visita! ^^

    Beijos,

    Gabi

    ResponderExcluir
  5. Oi Sora!
    Cem anos está na minha lista de top 5 releituras que preciso fazer em breve, livro incrível!
    Quero ler os outros do Záfon também, e espero gostar!

    Obrigada pela visita!

    Beijos,

    Gabi

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo