Meu Retorno a Bienal do Livro 2014! Compras, autores, e mais. (25/08/2014)

Meu primeiro dia na Bienal foi triste, como vocês já sabem, muitas pessoas que só a visitaram no dia 23 (sábado) e não conseguiram aproveitar quase nada. Felizmente eu tive a oportunidade de retornar na segunda para finalmente realizar as minhas tão esperadas compras! Na manhã do dia 25 sai rumo a Bienal do Livro ainda com dor nas costas por causa do empurrões do sábado, mas já recuperada da maioria dos traumas (risos). Peguei por volta das 11h o ônibus que o evento forneceu na estação Tietê e a fila já estava grande! Sim, a Bienal menos que lotada é um sonho remoto, mas por sorte naquela segunda-feira a maioria dos visitantes eram crianças e suas  escolas, então não havia muitas filas nos estandes, o que já foi uma boa diferença e me deixou imensamente feliz.
 











Dia 23 fiquei presa entre os estantes Intrínseca-Novo Conceito-Grupo Editorial Record, sim as editoras mais visitadas decidiram ficar lado a lado, então não consegui ao menos ver o estandes do outro lado do pavilhão. Dia 25 com as coisas mais calmas, mas nem tanto assim, consegui ver um pouco de tudo! Meu estante preferido foi o da Panini, cheio de atrações como os bonecos da Turma da Mônica e de Star Wars (fotos, muitas fotos!). Este foi estante para passar vontade, acabei não comprando nada porque o que eu mais queria que era os HQs de Sandman do Neil Gaiman estavam cada por R$199,00, quase chorei quando vi o preço. Tudo bem que é uma raridade encontrar esses quadrinhos, a história é completa em cada volume de capa dura, é lindo e tudo mais, mas esse preço ninguém merece! Só admirei tudo de longe que era o que me restava!
 
No geral não achei que a Bienal foi campeã de preços não, a maioria dos estandes pareciam livrarias normais com livros de R$ 40 ou mais. Outro estande passar vontade foi o da Companhia das Letras, não tirei foto, mas ele estava belíssimo, recheado de ótimos livros e coleções-tentação, mas os preços estavam de doer o coração, preferi deixar para comprar tudo pela internet mesmo. Na foto abaixo estão as novas edições do livros da Agatha Christie em capa dura, cada um saia por R$ 30, os livros eram bem curtinhos não consegui decidir qual comprar e acabei não levando nenhum (sem arrependimentos).
 
Quando decidi que iria faltar no meu estágio (compensei as horas depois) para visitar a Bienal na segunda, corri para ver se teria alguma atração interessante. O dia começava como uma palestra do  Maurício de Sousa sobre os 50 Anos da Turma da Mônica, mas não consegui chegar a tempo para vê-la. Um dos principais motivos que me fez querer ir dia 25 foi o bate-papo com o escritor André Vianco organizado pelo Sesc na Praça da Palavra. Esse bate-papo não foi amplamente divulgado, então só quem caçou no site autor ficou sabendo, ainda bem porque eu não estava preparada para mais lotação e histeria que os autores do dia 23 receberam.
 
Fazia anos que eu tinha vontade de conhecer o André Vianco, "Os Sete" e "Sétimo" foram as primeiras resenhas do blog (quase 4 anos atrás!). O escritor é muito simpático, respondeu várias perguntas dos seus fãs, contou com detalhes do seu difícil início de carreira, como foi o processo de escrita de seus primeiros livros, produção para TV, próximos livros, e muitas curiosidades! Foi um bate-papo bem aberto ao público, o moderador também fez questionamento interessantes. No final, uma fila foi formada para fotos e autógrafos, como eu já imaginava que isso aconteceria corri para comprar assim que cheguei na Bienal meu exemplar de "O Turno da Noite".
 
Consegui minha foto e autógrafo com o André Vianco (finalmente!). Fiquei feliz por depois do estresse do sábado começar a encontrar os autores na Bienal sem problemas. Visitando a Novo Conceito para comprar "Se eu Ficar" que estava esgotado no dia, encontrei o querido escritor Maurício Gomyde, o Maurício é um dos escritores independentes que mais divulgam suas obras na blogosfera, já participei de algumas ações e resenhei "Ainda Não Te Disse Nada" no Mundo Platônico. Fiquei muito feliz quando soube que a Novo Conceito, com o Selo Novas Páginas para escritores nacionais publicou o seu lançamento "A Máquina de Contas Histórias". Comprei meu exemplar, ganhei autógrafo, conversei um pouco com o escritor e tirei foto *-* Neste dia às 15h o Maurício participaria de um bate-papo no estante da NC, não participei porque estava com o tempo pois teria que ir para a faculdade depois da Bienal, felizmente a conversa que tive com o autor já me bastou.

No meu primeiro dia de verdade na Bienal do Livro 2014 sai com 6 livros, e muitas revistas e gibis para minhas irmãs. "Réquiem" e "Pó de Lua", comprei no sempre belo estante da Intrínseca, "O Turno da Noite", da Novo Século (Não posso deixar de comentar a falta de educação de algumas pessoas que trabalharam no estante da Novo Século). Sempre, da Maggie Stiefvater <3, "A Máquina de Contar História", da Novo Conceito, e um livro de tudo sobre Política no estante da Saraiva. Ah! Na Saraiva só comprei esse livro por R$ 30 e duas ecobags, porque os preços estavam muito ruins.
 

Dia 25 foi muito legal, pouco cansativo, consegui dar uma olhada em tudo o que eu queria, e me controlei nas das compras (mais ou menos). Esse foi meu dia de Bienal pós o trauma do dia 23, espero que os leitores que a visitaram tenham conseguido aproveitá-la bem como eu fiz nesse dia. Em breve farei o post comentando sobre meu saldo total de compras na Bienal.
 
O que vocês acharam das minhas compras? Valeu a pena sair da rotina para dar mais uma oportunidade a Bienal do Livro, não é?
 
Não deixem de participar da Promoção Pós-Bienal do Livro 2014.

5 comentários:

  1. Achei lindos os livros da Agatha Christie! A capa de Pó de Lua na foto é diferente :( odeio quando isso acontece.
    bjs
    http://felicidadeinventada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ei Gabi,

    Nossa, eu ouvi falar que foi uma loucura, este ano infelizmente não fui, mas não sabia que era tanto assim. Que caos!
    Vi alguns comentários, mas não tinha lido post mesmo, falando mais do seu post anterior rs.
    Engraçado q a de SP q eu fui, 2011? não lembro rsrs com a Lauren Kate, estava lotado, mas bem organizado. Agora na dúvida se não era no Rio kkkkkkk, deixa para lá, minha memória é horrível.
    Q bom que na segunda vc conseguiu suas comprinhas.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Ah nem, eu queria uma bienal nessa proporção aqui em Brasília também haha. To invejando as pessoas que foram, apesar de todo o estresse com o tumulto...

    Meu sonho é ter as edições definitivas de Sandman, da Panini. Na verdade eu queria as antigas edições da Conrad, que tinham as histórias separadas por arcos, mas são raridades e muito, muito caras (já cheguei a vê-las por R$ 900,00 no mercado livre).
    Enfim... R$ 199,00 tá caríssimo! Nunca vi por esse preço oO

    Tenho vontade de ler André Vianco...

    Gostei da sua aventura na bienal haha.

    Obrigado pela visitinha no outro dia :D
    Saudades daqui também!

    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  4. Oi Mah!
    A capa de Pó de Lua é linda pessoalmente também, aliás tudo nesse livro é lindo! Virou meu xodó! <3
    Leia!

    Oi Nanda!
    Se foi organizado deve ter sido no Rio! hahaha Tudo em SP vira um caos ultimamente, e fiquei chateada por isso ter acontecido com a Bienal, evento que nós tanto adoramos! Pelo menos consegui comprar, e daqui até 2016 me recupero do estresse! (risos)

    Obrigada pela Visita! ^^

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo