#Resenha Bruxos e Bruxas - Witch & Wizard #1

 

No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.

“Foi como se tivéssemos acordado e, de repente, estivéssemos vivendo em um Estado totalitário.” Essa frase resume muito bem como tudo acontece neste livro, os irmãos Wisty e Whit Allgood, de 15 e 17 anos, acordam no meio da noite por oficias da Nova Ordem que vieram prendê-los sob a acusação de bruxaria. E é até estranho pensar que esses irmãos algum dia tiveram uma vida normal, porque depois dessa noite tudo vira de cabeça para baixo e a história se transforma em uma distopia muito diferente e cheia de magia.

“Consegui virar o pescoço e olhar para os meus pais pela última vez, marcando a ferro e fogo na minha memória o terror no rosto deles, as lágrimas em seus olhos. E, bem naquele momento, me senti envolvida por uma brisa, como se um vento forte e quente estivesse soprando contra mim. (…) Você não vai acreditar, mas é verdade. Eu juro! Eu vi e senti chamas enormes explodirem de cada poro do meu corpo."

Eu não sabia o que esperar desse lançamento “Bruxos e Bruxas” do famosos escritor James Patterson, para falar a verdade o que realmente chamou minha atenção foi o imenso trabalho de divulgação da editora Novo Conceito, que enviou várias pistas sobre a história do livro para nos deixar mais curisosos, e quando recebi o kit me surpreendi com o ótimo trabalho de diagramação e uma capa muito bonita, bem diferente dos últimos lançamentos da editora. A Novo Conceito conseguiu chamar minha atenção e peguei o livro para ler no meio da minha semana de provas na faculdade, e não consegui para de ler até finalizar a leitura.

Wisty e Whit não sabem quem são a Nova Ordem ou quem é esse tal de O Único Que É O Único que os lidera, e também não sabem porque raios eles estão sendo acusandos de bruxaria. E para piorar no meio da confusão com os oficias que os levarão para prisão Wisty começa a pegar fogo, e ela não tem ideia de como pode fazer isso. Os irmãos vão parar em uma prisão sombria para crianças que a Nova ordem julga serem perigosas, sozinhos e sem entender nada eles só podem contar com uma baqueta e um livro velho com páginas em branco que os seus pais lhe deram antes da Nova Ordem os levarem para prisão.

O livro possui uma premissa muito boa, a Nova Ordem é uma partido totalitário que tomou conta da Superfície, governado pelo Único que é o Único. Agora as crianças e adolescentes que sobreviverem terão que se organizar para lutar contra toda essa repressão, contando com a ajuda dos irmãos que possuem poderes mágicos, Wisty e Whit, mas que ainda não conhecem seus dons e nem sabem como manipulá-los.

Bruxos e Bruxas é o primeiro livro de uma série que já conta com quatro livros publicados nos EUA, sendo na sequência, Witch & Wizard: The Gift, Witch & Wizard: The Fire e Witch & Wizard: The Kiss.  

Um ponto positivo é que os capítulos são muito curtos, então a leitura é bem rápida, mas isso pode ser ruim também porque fiquei com a impressão que não conhecia realmente os personagens, e como tudo acontece muito rápido algumas partes ficaram confusas e mal explicadas. Outro ponto negativo que eu encontrei foi a demora deles para acreditarem que realmente são bruxos, é uma coisa inacreditável ok, mas a partir do momento que o mundo está um caos, seus pais deixam enigmas para vocês, alguns fantasmas  aparecem, e Wisty pega fogo na frente de todos, já esta na hora de começar a acreditar.

Os capítulos se alternam entre a visão Wisty e Whit, eu não consegui gostar muito de nenhum personagem, mas o livro possui alguns diálogos engraçados e sarcásticos que melhoram muito a leitura. Pontas ficaram soltas para os próximos livros, muito ainda precisa ser explicado, e há profecias a serem cumpridas. No geral o livro foi um bom entreterimento, apesar de que para o meu gosto ter deixado um pouco a desejar.

No geral indico “Bruxos e Bruxas”, mas já adianto que é uma leitura mais infantil e bem mágica, cheia de elementos surreais, o que pode agradar a muitos leitores. Pretendo ler os próximos livros da série porque acredito no potencial dessa história, apesar de ela não ter sido bem elaborado pelos escritores neste primeiro volume. Fica a dica que os direitos dos livros já foram comprados para o cinema, então podemos esperar por um adaptação em breve, acredito que essa história daria um ótimo filme para a Disney. ;)

11 comentários:

  1. Ando com um medinho de ler livros muito fantasiosos.. mas Bruxos e Bruxas foi tam divulgado que tenho que ler! Eu não sabia que já existiam tantos livros lançados no EUA! Isso por um lado é bom, porque eles demoram menos para lançar os proximos livros aqui rsrs e falar nisso, que capas feias as americanas rsrs

    Adorei a resenha.

    Beeijinho. Dreeh
    Livros e tudo o que há de bom

    ResponderExcluir
  2. Adoro livros com temas sobrenaturais.
    Gostei de saber que os capítulos são alternados pelo ponto de vista dos dois, por que a leitura flui rápida, e porque dá pra conhecer melhor a personalidade de cada um.

    ResponderExcluir
  3. eu gostei do livro rsrs enquanto lia imaginava o Whit como o Alexander Ludwig e a Whist como a Georgie Henley :P

    ResponderExcluir
  4. Aih você também não gostou tanto assim do livro, parece que a maioria está contigo!
    Fiquei muito curiosa por causa do trabalho de divulgação do livro que foi fantástico e essa capa e logo da NC ficaram maravilhosas. Só li O Diário de Suzana para Nicholas do James e amei demais, não imagino ele escrevendo um livro para "crianças". Estou curiosa para ler mas apreensiva quanto à leitura e qualidade dela.
    Achei interessante que são quatro livros e que pelo que vi na capa dos mesmos o James não escreveu só com a Gabrielle, curioso isso. Será que funciona esse tipo de coisa?

    Beijos, Greice.

    ResponderExcluir
  5. A capa é linda e a editora divulgou mesmo, estou curiosa para ler
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Estou com um pé atras com esse livro, sabe quando que uma coisa as nao sabe se deve ou nao, pois é a minha relaçao com esse livro. estou muito curiosa por conta da imensa divulgação que a editora fez encima deste livro, porem nao se se ele é realmente bom.

    ResponderExcluir
  7. SEGUIDORA: ANDRESSA NUNES

    Li bos comentários sobre esse livro,um dos mais esperados do ano, mas pelo que percebi ele não corresponde às expectativas.

    ResponderExcluir
  8. Realmente.
    A divulgação desse livro foi imensa, para todo canto da internet que eu ia via sobre o livro.
    A história é muito promissora, espero que os outros livros sigam a mesma linha, sejam bons, já que os autores são diferentes.
    Estou ansiosa para ler esse livro.

    ResponderExcluir
  9. O trailer do livro é muito show! Fiquei mais curiosa pra ver ainda..ja imagino os irmaos sendo lindos e sedutores :D

    ResponderExcluir
  10. A editora realmente pegou pesado na divulgação do livro. Já li várias resenhas, e todas dizem a mesma coisa que você disse, que é uma leitura bem infantil. Mesmo assim estou muito ansioso pra lê-lo. :)

    Iuri Rodrigues
    noprologo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Estou louca pra comprar esse livro!! Adorei a resenha

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo