#Resenha “As Violetas de Março”

 

Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge para tentar se reorganizar. Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo  livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta. Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história. Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.

“As Violetas de Março” foi o livro que dos últimos lançamentos da editora Novo Conceito mais chamou minha atenção, a sinopse e a capa me agradaram muito e logo que recebi o meu exemplar iniciei a leitura. Este livro da escritora Sarah Jio possui uma narrativa leve, mas muito instigante, vamos lendo sem perceber e de repente nos vemos totalmente envolvidos com a história. Terminei o livro em poucas horas porque foi impossível parar de lê-lo enquanto todos os segredos de  Bainbridge ainda estavam tão bem guardados.

  • “(…) Os dois mantinham o olhar nas pétalas adiante, tão frágeis, ainda que em grande número, firmes e decididas. Dei um passo para trás, observando-os em pé, lado a lado, partilhando de
  • um momento de reflexão que eu não conseguiria entender. E então me dei conta de que estava
  • na presença de algo muito maior do que apenas flores”.

Emily Taylor é uma jovem escritora de Nova York com um livro de grande sucesso, mas após anos de sua publicação Emily não tem mais inspiração para escrever, e não sente orgulho da história que escreveu.  Tudo muda quando seu marido Joel declara que vai deixá-la porque está apaixonado por outra mulher. Para tentar se reencontrar e juntar seus pedaços Emily decidi ir passar um mês com a sua “tia vó” Bee em Bainbridge, a ilha onde ela passou seus melhores momentos de infância e juventude.

Apenas poucas horas em Bainbridge, Emily  percebe que a reservada Bee guarda segredos do seu passado, segredos esses que podem envolver a família de Emily e outros habitantes da ilha. E apesar de Bee e Emily terem uma ótima relação, Bee não responde as perguntas de Emily. Todas as repostas podem estar em um diário de uma garota que vivia na ilha em 1940, Emily começa a ler acreditando que se trata de ficção, até que a história se torna mais intensa e começa a se envolver cada vez mais com o presente.

O diário que Emily encontra em um dos quartos da casa de Bee é escrito por Esther, em que ela conta a sua história, seu amor interminável por Elliot e todos os desencontros que os levaram a se separarem. Esther acaba se casando com um homem que não ama, e tem uma filha com ele, Elliot vai para guerra e só volta tempos depois para mais uma vez ir atrás de sua amada, e mesmo com suas mágoas Esther trai seu marido para ficar com Elliot, o que é o começo de sua desgraça nesta história que não tem fim.

  • “(…) Por que uma história de 1940, de alguém sobre quem eu não sabia nada, teria qualquer relevância para minha vida? Como seria possível? Nada daquilo fazia sentido, mas em
  • algum lugar em meu coração eu estava começando a sentir que talvez fizesse.”

Emily se envolve demais com a história de Esther, e logo ela percebe que tudo aquilo pode ter realmente acontecido, mas se é real o que aconteceu com Esther e Elliot? Eles fugiram juntos? Ainda estão vivos? A história do passado influenciará muito a vida de Emily, e desenterrando esses acontecimentos que todos querem guardar ela vai descobrir que as pessoas mais próximas dela na ilha estão escondendo segredos.

Enquanto lê o diário e tenta desvendar toda essa história, Emily reencontra um namorado do passado, Greg, com quem volta a sair. Mas sem querer Emily também se envolve com Jack, um homem charmoso que sempre viveu perto da casa de Bee na ilha, mas que Emily não teve contato na infância pois ela era proibida de ir para o lado da casa dele. Jack e Emily, Elliot e Esther, história parecidas, duas épocas diferentes.

A curiosidade para descobrir todos segredos de Bainbridge não me deixaram parar de ler o livro, e gostei muito dessa leitura, um livro rápido, com uma história inteligente, e personagens com grandes problemas amorosos, exatamente a leitura que eu precisava! No geral eu gostei do livro, minha única crítica negativa é que algumas coisas ficaram nebulosas na história, eu gostaria muito de ler mais e de ter mais explicações.

  • “(…) Eu soube então por que Esther havia jogado o anel no bueiro. E soube por que ela havia se casado com outra pessoa. A ira se agitava em meu coração como as ondas tempestuosas do
  • lado de fora da janela. Eu não queria acabar como Esther, mas ficaria destruída se ficasse
  • parada e assistisse enquanto outro homem me enganava.”

Acredito que se o livro fosse a história de Elliot e Esther não me agradaria muito por causa do drama digno do século passado, a história dos dois é muito romântica e ficou muito melhor sendo lida por Emily, uma ótima protagonista que cresceu muito durante a história, apaixonou-se para poder se reencontrar, e principalmente não cometeu os mesmos erros de Esther. História super indicada, ótimo entretenimento para uma tarde de domingo, e um romance quase inesquecível!

16 comentários:

  1. A historia parece intrigante, gosto muito quando mistura passado e presente, e nós ficamos tentando imaginar onde tudo isso se encaixa. Gostei bastante da resenha me fez ficar com vontade de ler o livro. Vai pra minha lista de desejos desse ano.

    ResponderExcluir
  2. Quando li a sinopse desse livro fiquei bem curiosa, ;)
    Já vi que não irei me arrepender com essa leitura, pois gosto de mistérios e uma trama bem inteligente e envolvente.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece um romance bem melado. Mas tá sendo muito bem falado como uns dos lançamenos mais esperados da NC. Quero ler mais por curiosidade do que por afinidade.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o livro, já esperava resenhas positivas, adorei o romance da personagem, confesso que ela é muito corajosa de embarcar nessa aventura.

    ResponderExcluir
  5. Oii,
    Espero muito para ler este livro, desde o anuncio do seu lançamento. Gostei da tua resenha, me fez ficar com mais vontade de ler o livro e descobrir os segredos de Bainbridge. Gosto de histórias que nos envolve de uma maneira que não conseguimos largar o livro e eu espero que eu me sinta como tu quando leu o livro.
    Beijos,
    Katielle
    http://leituramaravilhosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Só a sinopse me encantou de imediato quando vi os lançamentos de março e a capa é extremamente linda. Gostei MUITO da sua resenha, espero que o livro me surpreenda. Estou ansiosa para ler-lo.

    Beijos
    http://comoumrefugio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Essa coisa de história dentro da história é bem interessante. Adorei sua resenha, é a primeira que leio sobre esse livro. (:

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Pausa para respirar depois dessa resenha!
    Julguei o livro pela capa, não pensei que fosse nada parecido com isso. Fiquei tentada a ler. Achei bem interessante a ideia de "um livro dentro do outro", parece ótima.
    A resenha ficou ótima novamente Gabi, parabéns!
    Beijos, Greice.

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito da sua resenha. Adorei a capa do livro e a sinopse. Mas sua resenha me deixou ainda mais curiosa para lê-lo. Você escreve muito bem.

    Beijos

    Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse livro já está na minha lista de muito desejados rsrrsrs.
    Gosto desa mistura de passado e presente gosto de ver como as coisas se encaixam, é assim na nossa vida.
    Esse livro tem um que de A casa das orquideas que amei então leitura garantida e o kit é lindo, quero muito.

    ResponderExcluir
  11. Esse livro tem tudo para ser um livro promissor.
    E adorei a resenha. Mostra bem essa realidade amorosa entre homens e mulheres. Esse livro já tinha me ganhado pela capa mas nem tinha lido a sinopse, agora estou apaixonada pelo livro *-*

    ResponderExcluir
  12. A história parece mesmo leve e bonita. Fiquei bem curiosa para lê-la. No entanto, só eu poderia jurar que estava lendo uma resenha de 'A casa das orquídeas'?? o.O rsrsrs Achei as histórias muito parecidas!! Enfim, adorei a sua resenha :D

    ResponderExcluir
  13. Ai, agora sim que estou muito curiosa para ler esse livro!
    Já tinha ouvido falar dele, a capa e o título haviam me agradado, porém nunca tinha parado para ler uma resenha dele, e agora já estou apaixonada pela história antes mesmo de lê-la.
    Adorei os quotes destacados do livro, o que já fizeram com que eu gostasse da escrita da autora, mesmo em tão poucas linhas.
    Você falou que algumas coisas ficaram nebulosas na história, acha que deveria ter uma continuação desse livro? Ou a história acaba aí mesmo?

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  14. Esse livro parece ser muito legal. Diferente. Gosto de histórias inteligentes, que nos prendem.

    ResponderExcluir
  15. Fiquei bem interessada nesse livro por causa da capa *----* Aí depois vi que ele tem o tipo de história que eu curto.
    Só que ele tem muitos segredos e eu sou curiosa demais! UAHSUHAS Acho que vou ficar igual a você durante a leitura, sem querer largar o livro...

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Cara eu já estou analisando este livro a muitooo tempo, tudo que é promoção eu ento pra tentar ganhar e nunca ganho, kkkkk. A história me parece perfeita,com leitura clara e gostosa.

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo