#Resenha ”Shine”

 

  • Título: Shine
  • Autora: Lauren Myracle
  • Editora: Pandorga
  • Páginas: 327
  • Conceito: 1234

Um rapaz surrado, amarrado e deixado para morrer, palavras de ódio rabiscadas em seu peito... Uma garota se recusando a viver sua vida, subjugada por um segredo vergonhoso... Quando seu melhor amigo se torna vítima de um brutal crime de ódio, Cat, uma adolescente de dezesseis anos, começa uma jornada para descobrir quem cometeu o crime em sua pequena cidade. Ricamente ambientado, este audacioso mistério mina os segredos de uma comunidade preconceituosa unida e examina a força de vontade necessária para ir contra todos que você conhece, em nome da justiça. Tendo como pano de fundo o preconceito, violência, grupos fechados, drogas e intolerância, Myracle escreveu com habilidade um conto angustiante sobre a transição para a vida adulta, enredada em um mistério profundamente inteligente.

Comecei a ler “Shine” sem muitas expectativas, uma amiga havia me indicado muito esse livro, então resolvi arriscar a leitura mesmo o livro não tendo uma nota muito boa no Skoob, nota essa que foi dada pelas pessoas que já o leram. O começo do livro é lento, a vamos entrando no ritmo da leitura lentamente. A história se passa na pequena cidade de Black Creek, um lugar onde todos os seus moradores conhecem as histórias uns dos outros, mas que muitos segredos sombrios são guardados e crimes escondidos.

  • “(…) O que eu sabia era isso: era uma vez, tudo mudou. Agora as coisas tinham que mudar de novo. Alguém precisava descobrir e perseguir quem tinha ido atrás de Patrick e esse alguém era eu.”

A protagonista Cat cresceu ao lado do seu melhor amigo e companheiro e brincadeiras Patrick, os dois eram inseparáveis até que um dia algo muito traumatizante aconteceu a Cat, o que a fez mudar completamente de comportamento e abandonar todos os seus amigos, inclusive Patrick. Com 16 anos, há tempos Cat se tornou uma garota insociável, que teme falar o que pensa, e que não sente alegria em viver. Acontece que Patrick foi vítima de uma agressão horrível e brutal provavelmente por ser gay. E agora que ele está em coma no hospital, oscilando entre a vida e a morte, Cat finalmente volta a sentir alguma coisa.

Cat fica chocada com a violência que o amável Patrick sofreu. Revoltada, e tentando se redimir por tê-lo abandonado nos últimos anos, Cat está determinada a descobrir quem agrediu o seu amigo, e ela tem certeza de que foi alguém, ou mais de uma pessoa da própria cidade, provavelmente alguém próximo a ela, como os seus amigos de infância ou aquele que já arruinou a sua vida no passado. Logo Cat vai descobrir que os segredos de alguns habitantes de Black Creek são mais podres do que ela imaginava.

  • “(…) Imaginei  - e de novo, não tinha certeza -, mas imaginei que um pouquinho de luz divina talvez estivesse de volta em mim. Se estivesse, era uma pomba que podia sair  voando a qualquer momento. Mas, por ora, aqui estava: suave e surpreendente nos ramos da minha alma.”

No começo da leitura eu não conseguia gostar de Cat, ou e qualquer outro personagens do livro. Mas, Cat vai se tornando muito corajosa e determinada na sua busca pela verdade, espantando todos os seus fantasmas e medos do passado. No decorrer da história fui admirando cada vez mais a Cat, ela sofreu muito, errou ao abandonar Patrick, mas agora está disposta a concertar a coisas e voltar a brilhar.

Não espere ler um grande romance em Shine, pois este não é o foco desse livro que possui uma história muito tensa, e eu não consegui parar de ler até descobrir o que realmente aconteceu na noite em que Patrick foi espancado. Não gostei muito da narrativa da autora Lauren Myracle, que deixou o livro muito arrastado em alguns momentos descrevendo detalhes e lembranças desnecessárias, mas amei esta história  que é muito marcante, e que entrou para a lista das minhas favoritas.

  • “(…) Conhecimento não era tudo o que eu tinha. Eu tinha Jason, que era um aliado e, possivelmente, um amigo e que achava que eu tinha belos olhos. Eu tinha Christian, meu irmão, que me amava. O conhecimento era mais poderoso  do que o medo. O amor era mais forte do que o ódio.
  • […] Você não me assusta mais.”

“Shine” fala sobre bullying, superação, e recomeços. A autora também escreveu sobre como  guardar um segredo por tanto tempo pode nos fazer sentir pior do que o fato acontecido. Cat me lembrou muito a protagonista Annabel, do livro Just Listen, que também era introvertida e não conseguia falar o que sentia, muito menos o que de tão ruim havia acontecido com ela, até ter motivos para voltar a realmente viver.

Eu gostei muito da história de Shine, o livro passa uma mensagem bonita e acabou me emocionado muito. Toda a hipocrisia e conservadorismo de Black Creek é revoltante, mas interessante de ser lido. Amei que a Editora Pandorga manteve o título original da história, que jamais ficaria bom traduzido, e toda a diagramação está perfeita, amei as flores nos começos dos capítulos. “Shine” é um lindo livro de se ter na estante, e com uma história mais bela ainda. Indico a leitura!

9 comentários:

  1. Nossa, eu não sabia que o livro era assim tão bom.
    Eu não tinha muitas expectativas mas agora fiquei com vontade de ler.

    Beijinhos,
    Thais Priscilla
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ei Gabi,

    Confesso que nunca tinha ouvido falar deste livro, fiquei interessada na historia. O fato de não ter muito romance eu até gosto rsrs, enjoo fácil de romance, agora a narrativa lenta as vezes me cansa.
    Vou procurar saber mais sobre ele depois. :)

    bjs
    Nanda

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Vi algo sobre este livro em outro blog mas não parei para ler. Parece bem interessante, eu não gosto de livros que se arrastam mas como dito que ele é emocionante e que se tornou um de seus favoritos me chamou atenção e quem sabe um dia eu o leia.
    Linda mesmo é essa capa também né. Perfeita.

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabi. O livro parece ser realmente muito bom! Sua resenha em conquistou, e a sinopse se encaixa perfeitamente nos perfis de histórias que costumo gostar. Vou procurar mais a respeito do livro, e quem sabe se achar um precinho camarada comprar! Parabéns pela resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ser bom mas ultimamente estou evitando livros que se arrastam demais na história. Quando tiver com animo para esse tipo de leitura com certeza vou adquirir Shine para ler.

    ResponderExcluir
  6. Nossaaaa, depois dessa resenha, já vou garantir o meu exemplar desse livro. Ele não tinha chamado a minha atenção, mesmo adorando os lançamentos da Pandorga. *-*

    Bjos.

    http://leiturasemprosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eita.. serio nao tava dando nada por esse livro nao.. mas agora que vi a resenha minha opiniao mudou completamente, nao fazia ideia que se tratava de um livro que aborda temas otimos e polemicos.

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia também este livro. Gosto de obras que giram em torno de romance. Seja hot, meigo... :D

    ResponderExcluir
  9. me interessei pelo livro. Fala de bullying, preconceito...quero mesmo descobrir um pouco dos segredos dessa cidade, rs e o motivo pelo qual Cat se afastou de todos. Acho que vou gostar dele.

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo