#Resenha “Cante Para Eu Dormir”

 

  • Título: Cante Para Eu Dormir
  • Autora: Angela Morrison
  • Editora: Pandorga
  • Páginas: 353
  • Conceito: 1234

Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando á milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.

“Sing Me to Sleep” ficou entre os meus livros desejados por muito tempo, li várias críticas positivas e fiquei muito feliz quando a Editora Pandorga resolveu publicá-lo no Brasil. Na contracapa o livro é dividido em quatro partes: A Transformação, O Garoto, A Escolha Impossível e O Coração Partido. Antes de ler eu acreditava que a contracapa contava mais do que devia, mas a história vai muito além disso, e este livro conseguiu me tocar profundamente, como uma música que possui as palavras certas para nos emocionar.

  • “(…) Vou para a repetição do refrão e enxergo a plateia com nitidez. Estão comigo, lágrimas riscam seus rostos, e eu percebo que também estão à procura. De beleza. De amor. De vida. Encontrei
  • tudo isso quando Derek segurou minha mão e disse: “Você canta para eu dormir”. 

Beth sofreu muito bullying na escola por sua altura desengonçada, aliada as espinhas e seus óculos grossos demais. Todas as provocações que ela sofreu a tornarão uma pessoa fechada, ela nunca amou ninguém, e era desprezada na escola. Mas Beth tem Scott, seu melhor amigo nerd que sempre está ao seu lado nos momentos bons e ruins. Essa primeira parte do livro é angustiante e torcemos para que Beth supere tudo aquilo e possa ser feliz, a auto-estima dela é péssima, mas simpatizei com a personagem mesmo assim.

Beth pode não ser bonita, mas ela sabe cantar, e  quando ela canta  consegue emocionar a todos. As coisas começam a mudar quando ela percebe que possui fortes sentimentos, que tenta ignorar, por Scott. Confusa em relação ao seu melhor amigo, Beth é escolhida para ser a solista do coro de meninas em que canta, e como a atração principal ela passa por uma transformação que mudará a sua vida para sempre. O coro viaja para a Suíça onde participará de uma importante competição internacional, e é lá que Beth conhece Derek.

Beth é insegura e não sabe lidar com os seus novos sentimentos, nem com a atenção que está recebendo de Derek, um príncipe da música que a encanta e deixa sem fôlego. Os momentos em que Derek e Beth passam na Suíça são os melhores e mais leves do livro. Quando Beth retorna para casa, Scott confessa que sempre foi apaixonado por ela, mas Beth está namorando Derek agora. Mas namorar Derek não é o que Beth esperava, ele desaparece por dias sem ter boa explicação, não deixa Beth conhecer sua família, e está com a aparência mais pálida a cada dia. E mesmo amando-o Beth sofre pela recusa de Derek em contar a verdade para ela.

  • "(…)Você pode ser o garoto que me salvará? / Pode ser o garoto que me fará cantar?
    Pode me ajudar a viver como a pessoa que realmente sou?
    Se for embora, leve-me com você. / Pegue a minha mão."

Estou sem palavras para descrever Cante Para Eu Dormir, e acredito que eu nunca conseguirei explicar tudo o que o livro me fez sentir. Terminei a leitura com os olhos transbordando de lágrimas e com um aperto no coração que sinto até agora. Cante Para Eu Dormir não é apenas uma história de amor, ou de crescimento dos personagens, é uma história sobre sentimentos, e a autora soube fazer com maestria que sentíssemos juntos com os personagens.

Beth e sua insegurança podem desagradar algumas pessoas, mas ela tem motivos para ser assim, e as atitudes de Derek não ajudam. Derek me cativou muito, e sempre senti que ele se afastava e mentia porque simplesmente não conseguia contar a verdade, e me surpreendi muito pouco nesse aspecto do livro. No começo pensei que Scott seria aquele personagem fadado a sofrer com o triangulo amoroso, mas todos acabam sofrendo, e ele realmente sempre amou Beth mesmo enquanto ela sofria bullying. Scott também é encantador, um ótimo amigo, e representa toda a segurança que Beth desejava, e precisava.

Cante Para Eu Dormir me tocou profundamente e acabei chorando muito com o final da história. E uma das coisas que mais me marcou é que os sentimentos e problemas enfrentados no livro são tão verdadeiros porque Ângela Morrison baseou sua história em algumas pessoas e acontecimentoS reais para escrever o livro, o personagem Derek foi dedicado a uma pessoa especial, e seu coro realmente existe (http://www.amabile.ca/) ! Este livro é uma dedicatória linda, e me emocionei ainda mais com a história após saber disso.

"O amor pode acompanhar seus pensamentos para sempre.
Como uma linda canção.
Repleta de saudades."

Enfim, só posso dizer para vocês realmente darem uma oportunidade a essa livro lindo, que possui uma narrativa muito agradável de ser lida. Está entre os meus favoritos, e não esquecerei essa história emocionante nem tão cedo!

 

6 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Gabriela! Estou ansiosa para ler Cante para Eu Dormir! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, já estava com vontade louca de ler esse livro e você acaba de conseguir aumentá-la, preciso ler urgentemente *-*

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  3. Ei Gabi,

    Eu sempre quis ler este livro! Mas até hoje não comprei rsrsrs. Todo mundo fala maravilhas dele, preciso comprar logo. Resenha linda ^^

    bjos

    ResponderExcluir
  4. você só me mata com essas resenhas, só me mata hahahaha

    ResponderExcluir
  5. Eu lembro que você já tinha comentado sobre esse livro antes... Fiquei feliz ao entrar aqui e me deparar com a resenha (e o consequente fato de que você finalmente conseguiu lê-lo kkkkk) :)

    Esse livro parece ser completamente... marcante. Além de todos os sentimentos dos quais você falou, começa encantando pela capa! É super delicada, gostei muito! Tanto da brasileira quanto as outras.

    :*

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha! Adorei a história *-*

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo