|DIVAGANDO| Sobre distopias e a Série 3%

Os leitores mais antigos do blog sabem que sou uma grande fã de Literatura Distópica, até mesmo já fiz um post explicando o estilo e, citando livros famosos desse segmento da literatura. Desde o início do blog li livros de vários estilos, e até comecei a gostar de gêneros que eu não apreciava tanto antes, mas, a descoberta mais interessante foram as distopias, que em pouco me conquistaram. Mas o que a literatura distópica oferece que me agrada tanto, e a torna diferente dos outros estilos? Acredito que o principal diferencial é a constante crítica. De modo explícito ou não, sempre podemos encontrar nas distopias o peso da repressão, criticas a estados autoritários ou mesmo ao nosso modo de vida, tudo isso combinado a narrativas inteligentes que nos fazem refletir sobre as nossas vidas. E é claro que sempre há também a parte revolucionaria, que quer mudar toda a situação imposta, tornando a leitura muito mais interessante.

Nos últimos anos as distopias ganharam destaque, e o cinema que já estava cheio delas recebe agora as mais novas adaptações literárias que estão chegando com tudo, Jogos Vorazes está aí para provar toda essa empolgação. E provando também que as distopias chegaram para ficar, dominado vários segmentos do entretenimento, temos o nosso empolgante representante brasileiro, a série 3% - 3 Porcento.

Na distopia 3% há dois lados.

O lado bom e o ruim. E se você nascesse no lado ruim, ao chegar aos 20 anos de idade teria a única oportunidade de passar para o lado de lá. O lado bom, com oportunidades e uma vida melhor.

A série acompanha a luta dos personagens para fazer parte dos 3% dos aprovados que irão para o Lado de Lá. A trama se passa em um mundo no qual todas as pessoas, ao completarem 20 anos, podem se inscrever em um processo seletivo. Apenas 3% dos inscritos são aprovados e serão aceitos em um mundo melhor, cheio de oportunidades e com a promessa de uma vida digna. O processo de seleção é cruel, composto por provas cheias de tensão e situações limites de estresse, medo e dilemas morais.

*Vencedor da Etapa I do edital de seleção de desenvolvimento e produção de teledramaturgia seriada para TVs Públicas - FicTV / Mais Cultura – MinC
*Vencedor da Mostra Competitiva de Pilotos Brasileiros na categoria Séries de Ficção - Festival Internacional de Televisão 2010.

- 3% poderia chegar para revolucionar o tipo de entretenimento que temos hoje na televisão brasileira, e nada melhor do que uma distopia para causar esse tipo de impacto. A  série ganhou investimentos para produção do eletrizante episódio piloto, mas nenhum canal de TV apostou ainda no sucesso de 3%, o que é estranho, basta assistir o episódio piloto para entender porque.

- Continuamos de mãos atadas a espera de algum canal que tenha coragem para comprar os direitos da série. Seria estranho pensar que, como as revolucionárias distopias nos levam a pensar, a televisão brasileira não está interessada nisso?

Enfim, acredito no potencial de 3%. E para aqueles que também apreciam a Literatura Distópica essa série é uma ótima dica! Também querem apoiar o projeto?! Curtam/sigam/divulguem as redes sociais de 3%, e é claro não deixem de assistir o episódio piloto ;)

Canal do YouTube .

Página do Facebook .

 Sigam no Twitter

Episódio Piloto:

7 comentários:

  1. Me torneio um grande fã desse tipo de literatura, e isso se deve a o filme V de Vingança e ao livro 1984, ambos excelente representantes da temática. Jogos Vorazes e Correr ou Morrer só vieram a endossar meu apreço por esse tipo de leitura.

    Não conhecia essa série, mas admito que fiquei curioso. Pretendo assistir o piloto da série.

    http://sempre-lendo.blogspot.com/

    Abraços
    Juan

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho curtido muitos livros distópicos atualmente, acabei de ler Jogos Vorazes e estou completamente fascinada pela história.
    Não conheço a série 3%, mas darei uma chance a ela, assim que tiver tempo irei assistir ao programa piloto.
    Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  3. Ei Gabi,

    Eu também gosto muito dos livros distópicos. O meu primeiro foi Admirável mundo novo e depois 1984 acho e amei os dois.

    A série 3% nunca assisti, vou tentar baixar. Falta é tempo para tanta série que tento seguir rsrs.

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Já tinha assistido e simplesmente adoro! Foi além de qualquer expectativa que eu poderia ter em relação a distopias brasileiras. Adorei o post Gabi (:

    Beijos,
    Livros e Coisas menos Incríveis.

    ResponderExcluir
  5. Assisti a esse primeiro episódio e... uau! Realmente merece ganhar uma emissora de TV, porque essa série promete.

    É bom ver o Brasil fazendo esse material de qualidade! :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Gabi! :D
    Hoje posso dizer que meu estilo literário favorito é o distópico. *-*
    Não sabia sobre essa série, e achei bem interessante. *-*
    É bom ver que a qualidade de série brasileira está aumentando, mas eu acho que o fato de nenhuma emissora de tv querer comprar os direitos da série é ruim, e só prova que a maioria das emissoras brasileiras querem apenas continuar com o pão e circo, acho que eles ficam com medo de colocar algo mais crítico pra entreter as pessoas.
    Espero que alguma emissora se destaque das de mais, dê o primeiro passo e compra logo os direitos. haha'
    Vou assistir. *-*

    Beijos,

    ResponderExcluir
  7. Oi Gabi!
    Me senti um tanto perdida quando vi o título do post. Não conhecia o termo Literatura Distópica :B
    Mas depois de ler a sua postagem anterior, wow, adoreeeei!

    Já estou seguindo tuuuuudo!
    E estou com o youtube carregando *--*

    :*

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo