#Resenha Sob a Luz da Lua - Nightshade #1

 

  • Título: Sob a Luz da Lua (Nightshade)
  • Autora: Andrea Cremer
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 462
  • Conceito: 1234

Enquanto outras meninas adolescentes sonham com os meninos, Calla Tor se imagina arrancando a garganta de seus inimigos. E ela não teria como pensar outra maneira. Calla nasceu uma guerreira e em seu aniversário de dezoito anos, ela vai se tornar a fêmea alfa da próxima geração de lobos Guardiões. Mas o caminho de Calla está predestinado a sair de seu curso no momento em que salva a vida de um andarilho rebelde, um menino de sua idade. Este menino humano cheio de segredos vai virar o mundo embalado dos jovens de cabeça para baixo e vai alterar para sempre o resultado da Guerra dos Bruxos de séculos que envolve a todos.

Calla Tor nunca teve liberdade de escolha, seu destino sempre esteve preso as ordens dos seus mestres. Mas o mundo de Calla está prestes a mudar completamente com a chegada de um lindo e misterioso humano. “Sob a luz da lua” é uma história de dominação de bruxos sobre os lobos, mentiras, manipulação, guerras, busca pelo poder, e muito magia, tudo isso neste instigante mundo criado por Andrea Cremer.

  • "Um incrível mash-up de guerreiros religiosos e caçadores feiticeiros, de feminismo e opressão social... Moderno, pop e, ainda assim, altamente recomendado para românticas inveteradas."
  • The Los Angeles Times.

Quando recebi “Sob a luz da lua” estava super empolgada, até ler os primeiros capítulos e perceber o óbvio, romance sobrenatural, com todos os seus clichês, triângulo amoroso, um garoto misterioso e uma atração incontrolável que envolve os protagonistas. Fiquei desesperada por alguma coisa nova, mas Andrea Cremer  realmente conseguiu me reanimar na leitura, porque fora os clichês naturais de YA books, ela criou uma mitologia realmente interessante, que envolve temas que eu particularmente adoro ler.

Na mitologia criada por Andrea Cremer, há dois tipos de bruxos: Os Defensores e os Inquisidores. Por séculos os Guardiões (lobisomens) protegeram os seus mestres, os Defensores. Os Defensores dominam os Guardiões totalmente, eles decidem onde os lobisomens irão morar, quando e com quem irão casar, e mesmo os alfas das matilhas devem obedecer totalmente a vontade dos Defensores. Os Guardiões por sua vez obedecem, pois acreditam que o seu trabalho é sagrado.

Calla é uma Guardiã alfa da matilha dos Nightshade, desde o seu nascimento ela é prometida para Ren, o alfa da matilha dos Bane. No dia que completarem 18 anos eles devem ser casar para formar uma nova matilha de Guardiões, sob o comando do Defensor Logan. Calla nunca teve liberdade de escolha, es  sempre obedientemente aceitou o seu destino. E afinal casar-se com o sensual Ren não poderia ser tão ruim, mas Calla acaba salvando da morte o instigante Shay, o que muda todo o rumo dessa história.

“Shay representava um perigo, e eu sabia que precisava lutar contra a atração que sentia por ele e que parecia aumentar a cada vez que o via. Gostava daquele humano esquisito. Sua visão do mundo perturbadoramente despreocupada e sua indiferença sobre certas normas eram mudanças bem-vindas no mundo opressivamente e fechado ao que eu pertencia.”

Calla poderia ser feliz com Ren, mas a tentação que Shay oferece é grande demais, ele abre os olhos de Calla para um mundo que ela nunca conheceu, e pela primeira vez na vida ela pode tomar suas própria decisões. Além disso há um grande mistério que ronda Shay, os Defensores querem que os Guardiões protejam ele, um simples humano, enquanto os Inquisidores parecem estar dispostos a colocar as mãos em Shay de qualquer de maneira. Mas afinal o que há nele que os bruxos tanto querem?

Juntos, Shay e Calla começam a desvendar esse mistério, a verdadeira história dos bruxos que prova que eles não são sagrados, suas reais intenções com Shay, e todo o mistério que envolve a vida do garoto. O laço que une Calla e Shay se torna cada vez mais forte, e Calla vai ter que escolher entre casa-se com Ren e fazer a vontade dos Defensores, ou abandonar sua matilha e ficar com Shay, correndo para um mundo desconhecido, mas livre das mentiras e das manipulações dos Defensores.

Toda a história que envolve “Sob a luz da lua” é muito interessante, a mitologia dos lobos, as mentiras dos bruxos, profecias e livros antigos que escondem  a verdade. Calla, apesar de ser a líder do seu grupo, é cheia de inseguranças a respeito de que caminho deve seguir, mas ela é uma personagem que não nos decepciona. A dinâmica das matilhas dos Nightshade e dos Bane também é muito legal, os lobos possuem uma lealdade incrível, e os personagens são muito bons.

“Com Ren meu desejo aparecia subitamente, como a raiva, como um desafio. Shay evocava em mim uma paixão branda, um calor insistente, contínuo. Não havia matilha, mestre ou mestra. Apenas ele e eu, e seu toque ardia em locais do meu corpo prometidos para outra pessoa.”

O triângulo amoroso abordado na história é um ponto importante. Ren é um personagem viciante, sempre queremos mais cenas e diálogos entre ele e a Calla, respeitado por todos na matilha, Ren nos conquista facilmente. Claro que Calla acaba preferindo mais Shay, porque ele representa a liberdade e novas possibilidades que ela nunca teve, e além disso tudo ele é um personagem super carismático, que sabe nos divertir nos momentos de tensão. Calla pode preferir Shay, mas nós leitoras realmente ficamos divididas, é impossível não se apaixonar por Ren, e ficamos ansiosas para conferir seu destino nessa série.

“Sob a luz da lua” não me decepcionou nem um pouco, além da capa ser lindíssima, uma das melhores da Galera Record, a autora Andrea Cremer sabe nos envolver com sua história sobre opressão, magia, escolhas, e amor, e que possui uma mitologia muito interessante e personagens instigantes. Estou ansiosa para conferir o próximo volume da série: “Wolfsbane”. Indico!!!

16 comentários:

  1. Estou bem curioso para ler esse livro, mesmo com os clichês que permeiam muitos dos Ya books esse parece ter suas peculiaridades. Boa resenha!

    http://sempre-lendo.blogspot.com/

    Abraços
    Juan

    ResponderExcluir
  2. Olá, Gabi!
    Eu recebi esse livro também em parceria com a Galera e mal posso esperar para conferir de perto a história!
    Só tenho visto ótimos comentários a respeito do livro e sua análise dele só me deixou com mais vontade ainda e começar a ler logo!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi! :D

    Acho que é a primeira resenha que leio deste livro. *-*
    Só conhecia por nome, e pela capa, que é linda.
    Gostei da sua resenha, e achei legal a 'ligação' Lobos e bruxos. Gosto muito de Romances sobrenaturais, e tenho certeza que vou gostar desse.

    Bjuu' ^^

    ResponderExcluir
  4. oie!em onde eu posso comprar esse livro???

    ResponderExcluir
  5. Ótima Resenha :]
    Eu sempre via esse livro e não tinha nenhum interesse.Lendo sua resenha e sabendo que ele é só mais um sobrenatural com triangulo amoroso desanimei mais ainda :S
    beijo!
    Brenda Lorrainy
    www.cataventodeideias.com

    ResponderExcluir
  6. Oie! :D
    Eu estou com vontade de ler este livro, parece ser muito bom mesmo e tua resenha só me fez ficar com mais vontade :D
    A capa é maravilhosa *-*
    Quem sabe eu não tenho sorte e ganho na promo do blog? haha quem dera/
    Beijocas,
    Giu

    ResponderExcluir
  7. Ah, sua resenha me deixou com água na boca para ter esse livro logo hehe
    Estou de olho em Sob a Luz da Lua antes mesmo de comprarem os direitos aqui no Brasil. A capa é lindíssima mesmo!
    Também me irrito com os clichês, mas como você, sou super apaixonada por livros com bastante mitologia. Acho que nossas opiniões coincidem; preciso de Nightshade ^^
    Ah, e eu sempre fico dividida entre os personagens! Todos com suas qualidades e defeitos, impossível não me apaixonar rs

    ResponderExcluir
  8. A capa é maravilhosa e o livro tbm deve ser.
    Lendo a resenha deu mais vontade ainda de poder ler! Muitas pessoas que conheço já leram e vou amaaaar poder ler tbm *-*

    ResponderExcluir
  9. Parece ser interessante o livro mas acho que játá ficando meio batido essa coisa de a humana indefesa que se apaixona por uma pessoa que esconde alguma coisa mas esse deve ser legal se tiver promoção com ele vou tentar participar

    ResponderExcluir
  10. Estava com medo de ler o livro e ser um romance clichê, como você mesmo disse que foi isso que as primeiras páginas demonstraram, mas a sua resenha foi capaz de me entusiasmar a lê-lo. Espero que a mitologia seja realmente interessante.
    As capas da série são lindas!
    Parabéns pela ótima resenha :)

    ResponderExcluir
  11. Ameeeeeeeeeeeei. Eu não gosto muito de livros com romance, pois sempre é a mesma coisa. Mas esse parece diferente, fiquei super interessada por ele.

    ResponderExcluir
  12. Adoro histórias que abordam a importância da escolha e da liberdade, acho que sempre terminamos estes livros valorizando um pouco mais as nossas. Ainda não li o livro e por enquanto estou vivenciando a expectativa, sei que o tema liberdade não necessariamente seja o central na história mas eu também não me importo de ler um pouco mais sobre triângulos amorosos e tals, na verdade eu adoro, tenho me especializado na leitura de YA. rs
    Fico feliz de mais uma vez a capa não ter me enganado sobre o potencial do livro! rs
    Vou ler com certeza, só não sei quando.
    A resenha está ótima, fiquei ainda mais curiosa, principalmente com o Ren... rs

    ResponderExcluir
  13. faz tempo que venho lendo resenhas sobre esse livro e estou bem curiosa sobre ele, parece ser realmente muito bom.

    ResponderExcluir
  14. Eu quero muito ler este livro e a capa arrasa, linda adorei. Otima a sua resenha.

    ResponderExcluir
  15. Muito linda essa capa! Quero muito ler esse livro, adorei!

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo