#RESENHA “A FERA”

  • Título:  A Fera
  • Autora: Alex Flinn
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 320
  • Conceito: 1234
  • *COMENTE nessa resenha e ganhe pontos para participar das promoções que estão rolando no blog*
Eu sou uma fera. Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas — uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre — destruído —, a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera.
Imagine como seria se o famoso conto de “A Bela e a Fera” acontecesse nos dias atuais, imagine um menino arrogante e egocêntrico que se vê privado do que acredita ser seu maior bem, sua beleza. Uma verdadeira fera em plena Manhathan no século XXI, uma pessoa que era super popular,  e que agora tem como únicas portas para mundo um espelho e a internet, já imaginou? “A fera” da escritora Alex Flinn é exatamente isso, clichê? Sim, mas isso é um dos motivos que torna a história especial.
  • "Algo que meu pai tinha me ensinado desde cedo, e com frequência, era a agir como se nada me afetasse. Quando se é especial, como nós, as pessoas devem notá-lo."

Kyle Kingsbury é o típico menino rico, loiro, alto e popular. Dinheiro, beleza e consequentemente poder é o  que importa para ele. No seu mundo de festas e escolas exclusivas da elite nova iorquina, quem é bonito consegue tudo o que quer. Kyle cresceu acreditando que é especial por ter tudo que as pessoas sonham ter, então ele podia humilhar todos aqueles que ele considerava inferiores.

Até o dia que ele conhece Kendra, uma garota feia, gorda, de cabelos verdes, e com um ar misterioso que estuda em sua sala. Kendra é exatamente o tipo que Kyle sente prazer em humilhar, ele só não imaginaria que ela na verdade é uma bruxa que apenas aguardava mais uma maldade dele para castigá-lo. Como lição Kendra transforma Kyle em uma fera, uma fera mesmo, com pelos garras e etc.

  • "Eu era uma besta.
  • Me olhei fixamente no espelho. Eu era um animal… não completamente lobo
  • ou urso ou gorila ou cachorro, mas sim alguma horrível espécie que andava
  • ereta, que era quase humana, mas não completamente. As presas tinham
  • crescido na minha boca, meus dedos tinham se transformado em garras e
  • pelos cresciam por cada poro. Eu, que tinha depreciado pessoas com migalhas
  • ou mal hálito, era um monstro. "

Para desfazer o feitiço, Kyle precisa se apaixonar e receber um beijo de amor verdadeiro no prazo de dois anos, caso contrário ele ficará na forma de uma fera para sempre. Os amigos de Kyle não o reconhecem mais, e seu pai que estima a beleza mais do que tudo manda-o para uma casa distante junto com a empregada e um tutor. Kyle não tem esperanças, afinal quem se apaixonaria por um monstro?

A história é muito bem feita, o fato de ser clichê e continuar com toda a magia da história original é muito legal, mas melhor ainda são as ligações contemporâneas, como o fato da fera acessar redes sociais e participar de chats, achou muito doido? Não se preocupe, a história toda é muito mágica e essas ligações com a atualidade tornou o livro muito especial, sem falar que as partes em que a fera participa de uma sala de bate-papo de criaturas místicas são as mais divertidas o livro.

Os personagens são marcantes, Lindy, a “bela” da nossa história, é uma garota normal, mas que  já sofreu muito e sabe o verdadeiro valor das coisas, ela é exatamente o oposto do Kyle, mas isso pode mudar. Kyle, que agora prefere ser chamado de Adrian, aprende da  maneira mais difícil a aceitar as pessoas como elas são, e a mensagem do livro que diz que a verdadeira beleza de uma pessoa não está em sua aparência física, mas sim em suas atitudes, já foi utilizada em várias obras mas nunca deixa de ser um aprendizado válido.

  • “(…) - Amo esse livro. Amo com ele mostra que, se é pra duas pessoas ficarem juntas, então elas vão ficar, mesmo que algo as separe. Que existe algo de mágico nisso.
  • Pensei em como Lindy e eu tínhamos nos conhecido no baile; depois eu a havia observado pelo espelho e agora ela estava ali. Será que tinha sido magia? Do tipo que Kendra fazia? Ou só sorte?”

O livro é muito fofo, Lindy e Adrian aprendem a conviver juntos e a aceitar um ao outro. Kyle/Adrian nunca olharia para uma garota tão normal como Lindy antes, mas agora ele vê as coisas de outra maneira e percebe como ela é especial. O foco do livro, que é o desenvolvimento da personalidade do Kyle/Adrian é muito bem explorado, vemos uma real mudança que acontece ao longo do tempo.

A autora soube misturar muito bem as grandes características do clássico com atualidades, outro fato interessante é que a Alex Finn cita grandes clássicos da literatura, como O retrato de Dorian Gray, Os miseráveis, O corcunda de Notre Dame, Orgulho e Preconceito , O fantasma da Ópera, e vários versos de William Shakespeare, que incrementam a história e deixam nossa leitura ainda mais gostosa. Todos sabem o que esperar de uma história que remete ao clássico “A bela e a fera” mas sempre podemos nos surpreender, e Alex Flinn acertou em cheio nessa história!

O livro é dividido em seis partes: Príncipe e a bruxa, A fera, O Castelo, O intruso no jardim, Lapsos de tempo, outono e inverno e Felizes para sempre. A história é bem amarrada, a autora consegue nos emocionar mais uma vez com esse amor entre a bela e a fera, que é um dos mais marcantes de todos os tempos!

  • Eu amo você, pensei.
  • Mas não disse nada. Não que eu tivesse medo de que ela risse da minha cara, ela era boa demais para isso. Meu medo era maior: de que ela não dissesse que sentia o mesmo.

“A fera” é leve, romântico e muito bem escrito. Uma história clássica com ligações contemporâneas que se trata do desenvolvimento da personalidade de uma pessoa que acreditava ter tudo, mas na verdade não tinha nada. Citações de grandes obras, e um grande toque de reconhecimento e amor que são para lá de marcantes!

Super indicado! Sobre o filme estrelado pelo Alex Pettyfer e a Vanessa Hudgens, me decepcionei um pouco. O filme não é muito fiel e se apegou demais a parte romântica, sem falar que tirou a ação do final, mas comento mais sobre o filme em um outro post ;) No quesito filme, o clássico da Disney “A bela e a fera” para mim ainda é muito melhor do que “A fera” (Beastly).

  • “Durante o resto das nossas vidas, iremos à escola, ao trabalho, tomaremos o café da manhã e assistiremos tevê, mas vamos saber que existe mágica no mundo, mesmo que a gente não consiga enxergar”.
 

12 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Gabriela! Muito em breve pretendo ler A Fera. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi! :D
    Ahh, eu já assisti o filme, e tipo, no começo eu não sabia que havia livro, mas daí descobri, e pouco tempo depois a Galera lançou. *-*
    Então fiquei automaticamente super ansiosa pra ler, e ainda estou! Adorei sua resenha (como sempre) super detalhada. *-* Me deixou com mais vontade ainda de ler logo o livro. 'A Bela e a Fera' nos tempos modernos e sem perder a magia deve ser incrível.
    Quero ler logo.
    Ahh, eu prefiro a capa original, a que tem a rosa branca.
    A única coisa que eu não gostei na capa nacional foi a foto do Alex e da Vanessa. acho que ficou estranho. =S
    Se não fosse por isso, ela seria linda.

    Enfim, Parabéns pela resenha! ^^
    Bjuu'

    ResponderExcluir
  3. Estou com o livro aqui pra ler mas ainda não deu tempo.
    Parece ser bem legal e sua resenha só me deixou com mais vontade de ler mas, enquanto estiver em época de prova nem vai rolar D:

    Beijos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda quero muito ler esse livro, a questão que me desanimei quando soube do elenco do filme. Alex Pettyfer e a Vanessa Hudgens? RLY?

    Mas fico feliz em saber que não foi fiel e que o filme é bom, pksps.

    A Bela e a Fera é meu clássico da Disney favorito, acho válido que eu leia esse livro, um dia :D

    Beijos,
    Celle
    Três Lápis

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha!

    Quero muito ler esse livro, a capa é linda e com eu adoro A Bela e A Fera, não podia deixar de ler esse ^^

    Bjoos;*
    Naty - Just Books !

    ResponderExcluir
  6. resenha incrível. já vi muitas delas a maioria positivas... tão bom quando isso acontece. nos deixa mais confortável para comprar e ler.
    beijos
    boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Adoro o jeito que você resenha, cheio de detalhes e quotes, tudo organizado e bonito *-* A capa é linda, mesmo com a bolotinha alí que tanta gente reclamou. Quero ler, mas não é o principal no momento rs. Bjss

    ResponderExcluir
  8. a sua resenha foi ótima, muito bem organizada, bem feita e tudo mais! melhorando cada vez mais! :D

    ResponderExcluir
  9. pelo fato de ser mais ou menos um "a bela e a fera" dos dias atuais me chamou muito a atenção, parece ser um livro muito bom e interessante (:

    ResponderExcluir
  10. Eu não gostei muito da capa, mais quero muito ler esse livro e tbém ver o filme. Sou uma romântica e adoro histórias de contos de fadas .

    Beijos
    Luciana
    Não deixe de visitar o Blog - Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  11. APESAR DE A CAPA SER MUITO LEGAL E A SINOPSE SER MUITO BOA, ESTOU QUERENDO FUGIR UM POUCO DO SOBRENATURAL ULTIMAMENTE.

    BALAIO DE LIVROS.

    ResponderExcluir
  12. Preciso ver esse livro para ver como o Kile vai enfrentar essa nova fase da sua vida
    Como ele vai agir sendo uma fera
    E como aos poucos ele vai enxergando a vida com outros olhos

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo