#Resenha Perdida: Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo

 

    Carina Rissi. “Perdida - Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo”. Editora: Baraúna 2011. 472 p.

"Foi então que percebi que algo estava diferente. Muito, muito diferente! Olhei em volta com assombro. Meus olhos procuravam por qualquer coisa familiar. Qualquer coisa que deveria estar ali e que não estava!"

Sofia é uma típica mulher moderna, trabalha o dia inteiro e não pode viver sem seu computador. Mas sua vida muda magicamente quando ela compra um celular de uma estranha vendedora, e de uma hora para outra é transportada para um lugar totalmente enfadonho. E como se a situação não pudesse piorar um homem vestindo com roupas esquisitas, montado em um cavalo aparece para ajudá-la. Sofia está totalmente perdida nos século XVIII!

Receber o livro “Perdida” foi uma surpresa, confesso que tinha me esquecido completamente que estava participando Book Tour da autora Carina Rissi. Como sempre, fui ler algumas resenhas sobre o livro e todas eram muito positivas, minha expectativas aumentaram e comecei a lê-lo mesmo sem ler a sinopse, esperava que a história do livro me surpreendesse, e foi exatamente isso que ela fez.

Sofia é uma personagem muito carismática, é gostoso acompanhar sua narrativa. Nos primeiros capítulos não simpatizei muito, pois ela parecia ser velha para sua idade, e não acreditava em romances com finais felizes, ainda bem - ou não – que tudo muda quando Sofia conhece uma vendedora diferente, que acredita que ela está no lugar errado, e decidi enviá-la para o século XVIII! Sim, século XVIII, cheio de carruagens, vestido bufantes e pessoas cheias de classe, um ótimo lugar para Sofia arrumar confusão!

"Fiquei ali parada olhando pra ele como uma idiota. Ian me encarava também, e só depois de alguns segundo percebi que ainda segurava sua mão. Tentei puxar minha mão, mas ele a prendeu um pouco mais forte, não permitindo que eu o soltasse, então se inclinou - ainda me encarando - e, muito delicadamente, beijou as costas de minha mão. Um tremor desconhecido reverberou por minha coluna. Senti minhas bochechas arderem e todo meu corpo se arrepiar."

Vestindo uma roupa totalmente inadequado para época e acreditando que a sua sanidade a havia deixado, Sofia aceita a ajuda de Ian Clarke, um homem educado mas totalmente antiquado se comparado as todos os homens que Sofia já conheceu. Ian a leva para sua casa, onde Sofia conhece a sua irmã, a amável Elisa, e sua amiga desagradável, Teodora.

Vivendo poucas horas com aquelas pessoas de costumes tão estranhos, Sofia quer desesperadamente voltar para sua casa, na verdade para o seu século, cheio de tecnologia e pessoas que não a olhavam torto porque ela estava com roupas curtas e o cabelo solto, mas ela não sabe o que fazer para voltar, afinal ela nem sabe como foi para lá, em um lugar onde não tem banheiro, condicionador, e nem mesmo microondas!

Sem conhecer ninguém, e ainda sem entender o porque foi enviada para lá, Sofia recorre ao homem que a ajudou sem ao menos conhecê-la. Ian é um personagem encantador, junto com Sofia logo começamos a nos acostumar com os seus modos de um homem de séculos atrás, ele é que não consegue entender o jeito extravagante de Sofia, uma mulher que não entende nada dos bons costumes e que usa calçados estranhos.

"- Você é incrível, Ian! A seu modo, tentava me proteger de um estranho do qual não tinha nenhuma informação. Fiquei um pouco emocionada. - Você foi a melhora coisa que encontrei aqui, sabia? Então seus lábios se abriram num sorriso de tirar o fôlego, seus olhos brilharam e achei que meu coração fosse parar de bater.Oh-Oh! - E você foi a melhor coisa que encontrei em toda a minha vida."

Sofia convence Ian a ajudá-la a encontrar um meio de voltar para casa, relutante ele não parece querer que ela vá embora, mas decidi ajudá-la. Sofia nunca imaginaria que um homem poderia despertar nela coisas que ela jamais imaginou sentir, mas é difícil não se encantar por Ian, logo ela percebe que está se apaixonando, e isso é terrível, afinal a qualquer momento ela pode voltar para sua casa, não pode se envolver com ninguém, mas seu coração e Ian não parecem entender isso.

Simplesmente amei esse livro, a história é encantadora, a autora consegue nos envolver totalmente e a Sofia é divertidíssima! Também confesso que chorei e torci muito para que tudo desse certo para Ian e a Sofia, mas não parece haver saída para essa complicada enrascada que ela se meteu! Amei o clima do século XVIII, a autora - que é brasileira - realmente conseguiu me envolver com essa ótima história, entrou para os meus favoritos! Um livro divertidíssimo e original, e um romance de tirar o fôlego!

13 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Gabriela! Estou ansiosa para ler Perdida. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oiiii, awwwwn. Amei a resenha! Tô querendo muito ler Perdida e fiquei com mais vontade ainda agora depois da sua resenha *0* IUAHSIEUH <3 E a capa é tipo perfeita toda vida! *-*

    Beijos, nanda
    www.julguepelacapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ah, quero ler esse livro faz tempo, a capa dele é apaixonante *-*

    Adoreei a resenha!

    Beijoos;*
    Naty - Just Books !

    ResponderExcluir
  4. Aiin, qe lindoo.
    Achei super interessante a história, qeria muito ler pra saber como acaba a história : )

    ResponderExcluir
  5. OI, Gabi

    Ai que resenha lindaaaaaaaaaaa!!!!
    Amei, amei, amei!!
    Obrigada por ter feito parte do BT. Agradeço demais pelo apoio e carinho. Sem vcs, blogueiros (as) um autor está perdido!
    Brigadão! S2
    Beijoooooooos

    ResponderExcluir
  6. Oi Gabi! Faz muito tempo que quero ler esse livro, estou louca por ele!
    Mas ainda não consegui comprar :(
    A história parece ser linda.
    Adorei a resenha!
    Beijos.

    Rafa{Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  7. Aiiii

    esse livro está me perseguindooo!

    Preciso tomar vergonha e comprar o meu LOGO!

    beijoos

    ResponderExcluir
  8. Meu o que posso dizer? que essa foi a resenha mais linda, perfeita, maravilhosa e emocionante que já li sobre o livro Perdida? Com ela eu comprava ele nesse momento (se tivesse dinheiro, claaro)!

    Caramba Nathi, te superou³!

    Parabééns, sou doida para ler Perdida, mas eu tenho medo de compra em qlqr sit que não seja o Submarino <3

    Super beijos!
    Paola - @pirulitolimao
    Adventurer Penélope

    ResponderExcluir
  9. Que linda a resenha, amei os quotes, so me deixou mais ansiosa pra ler, e a capa é muito linda, beijos.

    ResponderExcluir
  10. Sempre morri de vontade de ler esse livro! A história é super original, deve ser super divertido. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  11. Sempre morri de vontade de ler esse livro! A história é super original, deve ser super divertido. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  12. Eu não conhecia esse livro "Perdida" e lendo a resenha que você fez eu achei interessante, talvez engraçado e com uma história bem diferente e inovadora.
    Novamente, terei que comprar um livro que pelo visto devorarei!
    Obrigada pela resenha que me fez conhecer esse livro!

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, preciso ler esse livro logo!

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo