Combo Hush Hush #1 Drew Doyon, o “Patch” da Capa de Sussurro !

Algum tempo atrás, a equipe do UP! Brasil conseguiu uma entrevista exclusiva com o Drew Doyon, o modelo que está na capa do livro Sussurro - Hush Hush #1 da escritora Becca Fitzpatrick,  representando o Patch!! O rapaz é super simpático e ainda fez um vídeo onde manda um recado pra os fãs brasileiros, falando português! Confiram a entrevista abaixo do ‘nosso’ Patch abaixo.

Up! Brasil: Como você foi selecionado para o projeto? Fez algum teste?

Drew: Conheci o fotógrafo, James Porto, na cidade de New York, e ele achou que eu faria um ótimo Patch. Felizmente, isso foi confirmado por Becca e outros envolvidos no processo criativo.

Up! Brasil: Sabemos que você não leu o livro antes da sessão de fotos. Foi difícil entrar no personagem?

Drew: Definitivamente teria sido bem mais fácil se eu tivesse lido. James teve chance de ler e me deu uma boa idéia da história e das características de Patch. Sinceramente, eu descobri que foi divertido a tentativa de interpretar um ‘bad boy’, um anjo caído…

Up! Brasil: Sua foto chegou às livrarias de todo o mundo. O que acha disso? Isso te assusta?

Drew: É mais excitante do que assustador. Foi estranho no início me ver, mas gostei de receber mensagens de fotos de meus amigos, dizendo que me viram na livraria.

Up! Brasil: Você também é ator? Interpretaria Patch caso façam um filme de Sussurro?

Drew: Sim, também sou ator. Esse é meu foco agora, e é o motivo de eu viver em Los Angeles. Se fizessem filme de Sussurro e me escalassem, seria um sonho realizado. Só posso esperar que ao menos me considerem para o papel.

Up! Brasil: Como você se sentiu com um par de asas?

Drew: Foi legal. Acho que todo mundo em algum momento de suas vidas desejaria ter asas. Para mim, asas simbolizam liberdade e a oportunidade de escapar, e poder ter uma experiência íntima com a terra e tudo o que oferece.

Up! Brasil: Você se parece com Patch de alguma forma? O que tem em comum com ele?

Drew: Acho que a primeira impressão que as pessoas têm de mim é igual a de Patch. Algumas pensam que sou um bad boy arrogante antes de me conhecer. Eu, assim como Patch, também tenho muito mais do que parece

Up! Brasil: Você comentou na entrevista para o site “Fallen Archangel” que é metade português. Como é isso? Você fala português?

Drew: Sim, sou metade português. Minha mãe nasceu em Açores e veio para os EUA quando tinha 5 anos. Eu tive que aprender Português o bastante para passar tempo com meus avós, que não falam inglês.

Up! Brasil: Você é fã desse tipo de história sobrenatural? Se sim, que livros já leu?

Drew: Sou fã, mas infelizmente não tive chance de ler outros livros. Mas viciei assim que comecei a ler Sussurro. E realmente pretendo ler o resto da série, e ver como andam Nora e Patch.

Up! Brasil: Esta é sua primeira capa de livro. Você acha que este tipo de trabalho chama atenção à sua carreira?

Drew: Acho que este tipo de trabalho chama atenção, mas de uma forma diferente do modelo convencional. Diferente de fazer propaganda para uma empresa, estou conectado à algo muito maior ao interpretar um personagem como Patch. Honestamente, é excitante porque as pessoas realmente podem me “ver” como Patch, e podem se tornar fãs não só dele, mas meus também.

Up! Brasil: Como se sentiu numa cama elástica durante o processo? Aparentemente foi divertido. Nos conte mais.

Drew: A cama elástica foi demais. Ótimo trabalho ao ar livre, e eu não ia numa cama elástica há anos. Me trouxe memórias da infância. Dois segundos de pular e voar no ar me permitiram imaginar o que estava acontecendo no livro, me ver como Patch caindo do céu. Como ator, foi um exercício excelente.

Up! Brasil: Há quanto tempo você é modelo?

Drew: Tenho trabalhado como modelo há um ano e meio – tem sido uma ótima experiência, que me permite viajar, conhecer boas pessoas e fazer coisas que nunca imaginei.

Up! Brasil: O que gosta de fazer no seu tempo livre?

Drew: No tempo livre gosto de fazer várias coisas. Adoro esportes, especialmente futebol, e adoro coisas ao ar livre. Eu corro, pedalo,e passeio em praias e montanhas de Los Angeles. Adoro também brincar com minha cachorrinha puggle, Remi, e levá-la comigo quando posso.

Up! Brasil: Você visitaria o Brasil algum dia?

Drew: Visitar o Brasil está na minha lista-do-quê-fazer há muito tempo. Adoraria visitar o Carnaval e o Rio de Janeiro.

Up! Brasil: As brasileiras querem saber: você está solteiro?

Drew: Haha Sim, estou solteiro há algum tempo. Mas não me importaria de ficar com uma garota certa…

Up! Brasil: O que mais gosta no Brasil?

Drew: Na verdade tive oportunidade de ir a um evento há um mês atrás, “Futebol Arte: Brasil” no teatro Montalban, em Los Angeles. Eles tinham bateristas, caopeiristas, e uma banda de Bossa nova ao vivo, e  comida autêntica brasileira. Eles nos trouxeram um filme, “Cadência”, dirigido por Daren Barlette. O filme explora o Rio, o povo, sua admiração à arte, futebol, dança e muitas outras coisas brasileiras. Aprendi muito sobre o Brasil e o seu povo. Então, para responder, há muitas coisas que gosto no Brasil. O que mais gosto é o coração dos brasileiros, e a paixão que eles mostram em tudo o que fazem, desde preparar o Carnaval à Copa do Mundo. Todos se juntam por uma causa em comum, o que é poderoso de ver. Acho também um país lindo, e a casa de algumas das mulheres mais incríveis na terra.

E um bônus para todas as fãs do rapaz, confiram um vídeo dele agradecendo todo o apoio que ele vem recebendo

Fontes: 1 - 2

10 comentários:

  1. Ahhh Gabi quase infartei agora *O*
    Que lindooooooooooo, que simpático, fotogênico. Entrevista maravilhosa, adoreeei. :DDDD

    Riquinho, se esforçando todo no português. *-*

    ResponderExcluir
  2. Deve realmente ter sido divertido fazer as fotos, mas uma coisa eu não entendi: a foto que ele fez é aqula capa (muito show por sinal) entao tecnicamente ele não se vê nas fotos porque a foto num mostra rosto, é impossivel definir quem ta ali. Os amigos que o viu só sabia que era ele porque ele falou, se eu to na livraria vejo a capa e ele passa do meu lado eu nunca ia saber que é a mesma pessoa. Logo não da para o encararmos como Patch.

    Enfim...

    http://semais20.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Também quase enfartei com ele Juh! HSAUSHAUSHAUSHAUSHUA *--*

    Bruna - Dá pra encararmos ele como Patch pela aparência física, que é a mesma da descrita no livro ;)

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Que lindo! Que lindo! Que lindo! Ele no vídeo *--------------*
    Amei

    Bjos ;*

    ResponderExcluir
  6. ouuuun *_____*
    que fofo.
    aushushuahsuahushauhsuahsa
    ri muito com o recado dele. KKKKKKKKKKKKKK
    muitoo engraçado.

    ResponderExcluir
  7. Calma respira.. respira.. respira..
    :DD Ai la em casa, ele é muito lindo. Que braço,..melhor para por aqui,
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ele é muito lindo! *___*
    Mas lendo eu imaginei um Patch diferente. rs'

    ResponderExcluir
  9. OMG! que lindo que é ele é LOL

    é a bem a cara do Pach, né? HUAHSUHAUHAU

    Super simpático, adorei ver ele falando português, mas bem que ele poderia falar um pouco melhor, já que é metade português.. enfim eu ri quando ele falou 'vóces' kk

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Muito fofo os motivos dele de gostar do Brasil!! Me conquistou!! huhuahuahuah

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo