#Resenha “O vale dos anjos” - O Torneio dos Céus #1

 

  • Título: O Vale dos Anjos - O Torneio dos Céus #1
  • Autor: Leandro Schulai
  • Editora: Novo Século
  • Páginas: 416
  • Conceito: 1234

A morte tem o poder de separar um amor? Para muitas pessoas a frase “até que a morte os separe” é a afirmação de que morrer é o fim de tudo, inclusive para o amor. Mas se fizermos essa pergunta para o grego Dimitris Saloustros a opinião será bem diferente. Com uma morte precoce e uma promessa feita à sua amada o rapaz parte em busca do desconhecido Vale dos Anjos, local onde se encontram as maravilhas do paraíso e o medo e apreensão das oito prisões, em busca de cumprir o seu feito. Auxiliado pelo anjo guia de enterro Obelisco cujo humor o ajuda nos momentos difíceis, pela cupido Anne cuja beleza é incomparável e treinado pelo misterioso mestre Ramirez, Dimitris parte em uma jornada recheada de grandes belezas, pessoas marcantes e mistérios complexos que o farão perceber que nada é por acaso e que sua estadia nesse misterioso local já era aguardada há muito tempo. . .

O “Vale dos Anjos” veio para fechar o ano de 2010 com chave de ouro, e começar 2011 com a resenha de um livro que eu gostei muito. Como vocês sabem, sempre estou aqui defendendo nossos talentos nacionais, e vocês perceberam minha empolgação na resenha do livro “Paixão e liberdade” melhor livro nacional do ano a meu ver, mas “O vale dos anjos” vai concorrer com os livros lidos de 2011 e se tem uma coisa que eu posso garantir, é que esse livro estará entre os melhores no final do ano. Vou tentar citar cada detalhe que observei no livro, e no final dessa resenha vocês vão perceber porque devem ler a série “O Torneio dos céus”.

Dimitris Saloustros, um grego nascido em Atenas, logo no começo da história sofre uma morte precoce, e guiado pelo anjo Obelisco, ele vai para o vale dos anjos. Mas Dimitris deixou sua amada Mariah sozinha na terra, sofrendo por sua morte, e ele não se conforma com essa separação. Em vida Mariah era a sua única amiga, companheira e como uma mãe também. Mas não se enganem, o livro não é voltado para um amor meloso como muitos outros livros, Dimitris ama sim Mariah e é capaz de fazer de tudo para voltar para os seus braços, mas ele não fica sentado chorando e pensando em como ele a ama e, como é injusta a separação deles não, ele vai literalmente à luta para voltar para sua amada, que mesmo sofrendo continua vivendo sua vida e aguarda Dimitris que jurou que voltaria para seus braços.

Explicando bem uma característica que eu gostei muito no livro é que, Dimitris é um personagem cativante, não tem como não gostar dele, sempre tão curioso e determinado, e no vale dos anjos ele faz grandes amigos que o acompanham nessa jornada, Anne e Obelisco. Os personagens coadjuvantes têm suas próprias histórias que são muito bem contadas, e seus motivos por terem se tornando anjos, Obelisco tem um assunto inacabado na terra, então também participa do torneio dos céus, e Anne não suporta as lembranças dos seus últimos anos de vida.

Não há nenhuma forma legal de Dimitris voltar para terra, e se ele voltar será perseguido e mandando para as temíveis oito prisões, é nesse enredo que o torneio dos céus após mil anos volta acontecer, um torneio onde alguns os habitantes do Paraíso -os mais fortes- participam, e o prêmio é se tornar um anjo muito poderoso, com um poder que daria a Dimitris a oportunidade-mesmo que ilegal- de voltar para a terra e ser visto e tocado por Mariah. Então, com uma determinação incrível e sem pensar duas vezes Dimitris começa a treinar com o misterioso mestre Ramirez, e descobre que era muito mais forte do que imaginava. Mas há alguma coisa errada no Paraíso, mas especificamente no torneio, e Dimitires nem imagina que forças estranhas estão observando seus passos. Ok, mas o livro não é somente isso, tem muito mais nessas 416 páginas, momentos emocionantes, engraçados, enigmáticos, todos narrados em terceira pessoa.

“O Vale dos anjos” também tem uma característica super importante que não posso deixar  de citar, a história é narrada de uma forma simples, a escrita do autor é muito simples, e isso me cativou muito, pois estava cansada de narrativas mais complexas, e essa história é muito fácil de ser lida e não é nada, nada mesmo cansativa. Mas quero deixar claro minha indignação aqui, o livro acabou e eu fiquei: “O que? Como assim? Não, não pode acabar desse jeito!” Necessito da continuação da série! O segundo livro já está em processo de revisão e logo posto a sinopse aqui no blog.

Quer saber mais porque eu amei? Porque eu pude comparar esse livro a vários livros famosos de aventura, e apesar de  “O vale dos anjos” ser uma história um pouco mais adulta, não perde para os outros, e está entre os meus preferidos! E é brasileiro, isso não é demais?!

Então já sabem né? O vale dos anjos está muito recomendado!

17 comentários:

  1. As críticas acerca desse livro são bem positivas, e me chamou a atenção, espero poder lê-lo. Gostei da resenha.

    http://sempre-lendo.blogspot.com/

    Abraços

    Juan

    ResponderExcluir
  2. Adorei a sua resenha Gaabis, espero poder firmar parceria com o autor este ano e conferir de perto esta história. Pelo que percebi é bem diferente do que a gente costuma ver nos livros de anjos que estão na moda, mas assim mesmo me parece ser muito interessante.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  3. Ei Gabi,

    Nossa preciso ler este livro logo, só vejo elogios sobre ele e adorei a resenha :)

    bjo

    ResponderExcluir
  4. Boa resenha. A capa é linda e a história também parece ser (:

    Bjos

    ela003.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa, depois dessa resenha fiquei curiosa pra ler *-*
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  6. Vou ler, vou ler, vou ler!!!
    Estou doida para ler!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Já vi muita gente comentando a respeito do livro, e me empolguei mais ainda com sua resenha, já tá na minha listinha para ler :)

    xx carol

    ResponderExcluir
  8. Desde que voce falou de Paixão e Liberdade eu estava esperando essa resenha *-*
    Juro, desde o lançamento eu quero ler esse livro (A Batalha do Apocalipse, Estrela Pier e A Caçadora tambem, é claro u.u). A capa é maravilhosa e eu adorei a sinopse o/ Tipo, de primeira voce pensa que será um romance meloso e dramatico, mas aí voce le a sinopse até o final e percebe que vai ter muita açao *____________*


    Sabe o que me desanima a respeito dos livros nacionais? Os preços! Demorou um século pros livros do André Vianco entrarem em promoção, e só agora A Batalha do Apocalipse está em oferta =/
    Alem do preço, são tantos livros nacionais bons e que se destacam pela qualidade e, ainda assim, nada de publicidade =/

    Felizmente, os blogs literarios - junto dos autores - fazem um ótimo trabalho de divulgação! Estão de parabens =D





    Beijoooos

    Beijooos

    ResponderExcluir
  9. Depois desta resenha não há como deixar de ler o livro!
    Muito bom mesmo! Já está na minha listinha.. rs
    Bjo!
    Elis

    ResponderExcluir
  10. Adorei.
    E o que você disse dele ser determinado e não ficar sentado chorando por tudo o que lhe aconteceu. nossa era tudo o que precisava para querer ler.
    Que bom que nossos talentos estão tendo oportunidade, fico muito feliz.
    PS: adoro escrita simples. *_* me cativam bastante.

    ResponderExcluir
  11. Nossa, que livro legal! Já o tinha visto, mas não sabia que a história tão impressionante, e ainda tem continuação né?
    Ótimo, isso diz mais ação, mais aventua, mais surrealismo (amo ficções)...
    Não vou dizer que esse livro eu vou ler, mesmo tendo muita vontade, se a ocasião proporcionar que eu compre aí sim, se não... Mas enfim, gostei muito da resenha! :D

    ResponderExcluir
  12. Legal por demais *-*
    A capa é bonita e a história parece ser mais ainda...
    Morrer e voltar para visitar sua amada? Incrível!
    E ainda ter que combater para conseguir isso me parece ótimo.
    Como já disse uma vez, gosto muito de livros grandes com histórias boas.

    Mais uma promoção? *-*
    Nossa, agora eu quero ganhar também! haha'

    Parabéns, Gabi!

    ResponderExcluir
  13. parece ser muito legal, além da capa ser bem chamativa... mutio bom.

    ResponderExcluir
  14. Gostei da resenha, e as avaliações são todas muito boas, vou ler!

    ResponderExcluir
  15. Oi! Vim conhecer seu blog através do convite feito no skoob e ao ler essa resenha me interessei por d+.
    O que me chamou a atenção é que parece ser uma temática completamente diferente do que virou modinha sobre anjos e outros seres... Essa idéia de que vou a luta, em vezde ficar chorando, é muito válida porque além de dar um gas na leitura deixa sempre o protagonista mais interessante.

    Com certeza vou colocar esse livro na minha estante de leitura de 2011!

    E concordo com o que falaram acima, infelizmente os autores brasileiros tem muito pouco divulgação dos seus trabalhos. Com tanta gente boa aqui, essas grandes livrarias deveriam aproveitar a oportunidade de além de promover a venda do produto levar estes autores para suas lojas e fazer encontros. Assim prestigia os nossos autores e também divulga o material de uma forma bem legal e mais interativa.

    ResponderExcluir
  16. Esse livro do Schulai parece ser muito bom.
    Já li vários comentários sobre ele e quero muito ler.

    ResponderExcluir
  17. como não gostas desse livro , né?
    e quase impossivel .
    ameei ele *-*

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo