#Entrevista com a autora de “Lulital”- A magia começa

Primeira entrevista do Mundo Platônico, e a convidada de hoje é a Pri Beletato, autora do livro “Lulital- A magia começa”. Confira mais informações sobre o livro AQUI.

bg2_thumb22

"Pri quando você teve a ideia de escreve Lulital? Qual foram suas dificuldades em escrever esse livro, e o que te inspirava para construir o enredo da historia?"

Lulital surgiu de uma brincadeira, eu sempre gostei de escrever, mas nunca me vi escrevendo um livro. Uma professora de um curso foi quem me deu a ideia de escrever sobre um mundo que eu gostaria que as pessoas conhecessem, comecei a escrever e um ano mais tarde Lulital estava pronto. Acho que a maior dificuldade que eu tive para escrever foi conciliar o trabalho com a escrita, quanto eu estava escrevendo Lulital eu trabalhava o dia inteiro, chegava em casa tinha que fazer planejamento de aula e só depois disso eu podia escrever, então acho que a questão de ter tempo pra escrever não só foi como continua sendo a minha maior dificuldade para escrever, é por isso que hoje eu aproveito muito o fim de semana pra isso.

Quanto ao que me inspirou no enredo da história, primeiramente sou apaixonada por fadas e elementais de um modo geral, bem como adoro tudo que tenha a ver com mundos paralelos, essa foi minha maior inspiração e é claro que teve personagens que foram inspirados em pessoas reais, como é o caso da protagonista do livro que foi inspirado em uma garotinha linda que eu conheço.

"O que te inspirou a escrever as personalidades, e as aparências físicas dos personagens? Algum familiar, atores nacionais ou internacionais ou personagens de livros?"

Com certeza o dia-a-dia. Existem muitas cenas no livro que foram criadas no meu cotidiano, coisas que aconteceram e eu pensei: “Nossa, se isso fosse um livro, se existisse um outro mundo, isso poderia ter acontecido isso de outra forma”.

Os personagens possuem muitas personalidades de pessoas que eu conheço como é o caso da Cindy e outros foram criados pra tornar a história emocionante.

"Qual o seu trecho preferido do livro, o que você mais gostou de escrever?

O final com certeza foi a parte que eu mais gostei, adoro finais de livro. E escrever o final de Lulital foi incrível, eu passei meses criando a história, sem saber o que iria acontecer com a Cindy, sem de fato saber o que havia acontecido com a mãe dela e chegar ao final e poder revelar todos esses segredos foi muito legal. Sem contar que no final do livro já tem um capitulo extra com a continuação, o próximo livro da saga de Cindy.

“Como foi para você escrever esse novo mundo cheio de surpresas que conhecemos em Lulital?”

Foi uma experiência única. Poder criar um mundo novo, um mundo repleto de magia e aventura, poder criar personagens diferentes e trazer para as pessoas a ideia de que o mundo é muito mais do que conseguimos enxergar, foi realmente fantástico.

"O que você acha desse grande crescimento da blogosfera principalmente em relação aos blogs literários? Quais são os pontos positivos e negativos desse crescimento?"

Esse crescimento da blogosfera é maravilhoso, ele aproxima as pessoas que gostam de literatura, dá à chance de novas pessoas mostrarem seu talento, a troca de opiniões sobre livros é uma coisa fantástica. Eu realmente aprecio muito a blogosfera literária.

Acredito que o principal ponto positivo é a oportunidade que os escritores nacionais estão tendo de mostrar seu trabalho e o como as pessoas tem começado a dar oportunidade para a literatura nacional.

Um ponto negativo... acredito que seja o fato de alguns blogs fazerem resenha de qualquer jeito só pra ganhar livro, sem se preocupar com a qualidade do que escrevem. E outro ponto negativo são alguns blogueiros que utilizam as resenhas para atacarem alguns escritores, especialmente nacionais, com comentários totalmente sem ética. Porque uma coisa é uma critica construtiva, outra totalmente diferente, são as criticas destrutivas.

"O que Lulital significa para você? O livro já mudou de alguma forma a sua vida?"

Eu tenho um carinho muito grande por ele ser meu primeiro livro. Lulital foi criado em um momento da minha vida em que eu precisava sonhar, surgiu de uma brincadeira e ganhou proporções maiores. Hoje, Lulital é o meu futuro. Venho batalhando muito pra conseguir uma editora, o que essa semana se tornou realidade. Em 2011 meu livro será publicado pela Arielli Editora.

Acredito sim, que o livro mudou a minha vida. Foi graças a Lulital que eu estou tendo a oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas, leitores queridos nas redes sociais dizendo estarem ansiosos pela publicação. Esse carinho mudou minha vida e eu não troco por nada.

"Qual a emoção de ter seu primeiro livro publicado?"

É a sensação de ter um sonho realizado e poder dividir com o mundo esse sonho.

"Porque você acha que a literatura nacional ainda não é tão prestigiada pelos brasileiros? É um fator cultural, ou as crianças, adolescentes e adultos precisam de mais incentivos para ler?"

A literatura nacional ela passou muito tempo sem divulgação, antes dos blogs literários os escritores tinham que contar com a sorte de que alguém chegasse na livraria e resolvesse comprar seu livro, hoje com os blogs isso é diferente, os leitores estão tomando conhecimento do que há de bom na literatura nacional, sem contar que estão ajudando muitos escritores a publicarem suas obras.

A valorização da literatura nacional ainda não está perfeita, mas tem crescido muito.

"Você tinha algum receio em publicar o livro? Se houve, qual foi o seu maior receio enquanto escrevia a história?"

Meu maior receio sempre foi o de conseguir colocar no papel Lulital de uma forma que encantasse os leitores da primeira a última página. Afinal, meu livro não foi escrito pra mim, e sim pra vocês, por isso minha maior preocupação foi criar algo original e que viesse agradar os leitores.

"Qual era a impressão sobre a história que você queria causar nos seus leitores?"

A ideia de que o mundo é realmente muito mais do que conseguimos enxergar e que mesmo depois de adultos, podemos sonhar com um mundo diferente desse que vivemos, tornar nossos sonhos reais.

"Quais são seus livros e autores preferidos?"

Meu livro nacional preferido é “Fernanda Vogel na Passarela da Vida” da autora Tammy Lucinao, que é um livro que eu me emocionei muito lendo. E internacional é com certeza “A História sem fim” do Michael Ende, que foi um livro que me inspirou muito ao escrever Lulital.

Meus autores favoritos? Internacional é a J. K. Rowling, porque acho que nenhum outro autor chega perto da criatividade dela ao escrever. E nacional, a autora Tammy Luciano pela forma inovadora que ela escreve. Que eu simplesmente adoro.

"Agora sobre a continuação da história. Você já está escrevendo uma continuação? Se já, qual será o título? O que você ode nos adiantar dessa continuação?"

Já estou escrevendo a continuação, mas ainda não posso comunicar o título, pois ainda não é oficial. O que eu posso dizer é que pra quem gostou do primeiro capítulo de Lulital, o segundo livro é ainda melhor. Vai trazer muita magia como no primeiro, mas acrescentará muitos outros personagens e se aprofundará um pouco mais no romance da Cindy, um romance eu diria, um pouco perigoso.

"Obrigada por participar Pri! Gostaria de deixar um recado para os seus leitores no Mundo Platônico?"

Quero agradecer muito a oportunidade de conversar com vocês, dizer que eu agradeço muito todo o carinho e apoio a Lulital. São os leitores que estão fazendo desse livro uma magia real. Quero convidar vocês também a visitarem o blog: www.amagiadelulital.blogspot.com e seguirem o twitter: @Lulital_Pri , fiquem a vontade para conversar comigo por lá. Vou adorar conversar com vocês!

Beijinhos... Pri Beletato

Gostaram?! Eu amei, muito obrigada por participar Pri! Espero que vocês tenham gostado Smiley piscando

15 comentários:

  1. Adorei a entrevista.
    A Pri é gente boa pra caramba hein?!
    Concordo com ela no ponto em que que a literatura brasileira deu um passo muito grande com ajuda dos blogs. Não só os blogs, mas a Internet como um todo. As pessoas tem mais acesso às sinopses, resenhas, passam a conhecer os autores e isso é bom. Quando a gente tem um certo carisma pelo autor, o livro pode ficar mais interessante.

    Adorei esse trecho da entrevista:
    "A ideia de que o mundo é realmente muito mais do que conseguimos enxergar e que mesmo depois de adultos, podemos sonhar com um mundo diferente desse que vivemos, tornar nossos sonhos reais."
    É esse o ponto, tornar nossos sonhos reais. Livros como esse nos fazem viajar dentro da nossa própria imaginação, nos faz enxergar um mundo que não se vê com os olhos, mas com a mente e com o coração.

    Muito bom esse post.

    ResponderExcluir
  2. Adorei essa entrevista,pelo que eu li esse livro parece ser bem legal ;)
    Sorte para a escritora ;)

    http://imodelblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Essa menina merece muito sucesso! Escreve bem, é amorosa e querida com todos. Sou fã!!!

    ResponderExcluir
  4. A Pri é um doce, né? Me interessei pela história do livro! Vou xeretar mais e mais!

    Um beijo :*

    ResponderExcluir
  5. Gabi, que prazer enorme foi conversar com você.
    Meu muito obrigada pelo apoio nessa caminhada de LUlital.
    Meu carinho e agradecimento por tantos recados fofos, fico muito feliz de saber que estão tão ansiosos quanto eu pela publicação de Lulital.

    Beijinhos...
    Pri

    ResponderExcluir
  6. Adorei a entrevista!!
    Particularmente gostei dessa resposta dela:

    A ideia de que o mundo é realmente muito mais do que conseguimos enxergar e que mesmo depois de adultos, podemos sonhar com um mundo diferente desse que vivemos, tornar nossos sonhos reais.


    Quero muito ler esse livro, parece que vai ser perfeito!!


    Abraço


    Luiz Silva
    blogueiroleitor.blogpso.tcom

    ResponderExcluir
  7. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeiii!!!! *-*

    Acabei de conhecer mais um livro nacional que assim que for publicado vai me fazer correr em disparada por SP direto para a livraria, rsrsrs... Também acho super importante esse apoio que os blogueiros estão dando aos escritores brasileiros; Não são apenas os americanos que sabem escrever uma boa estória.

    Amei a entrevista, Gabi.
    Arrasou! :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi!!
    Muito legal a entrevista!!
    Fiquei curiosa para ler o livro *-*
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Que entrevista encantadora Gaabis, gostei mesmo. Não conhecia o livro e novamente está na minha lista.

    Grande beijos Gaabis.

    e ja te enviei a entrevista.

    ResponderExcluir
  10. Adorei a entrevista!
    A Pri parece ser extremamente simpatica e gente boa.
    Gostei das perguntas e das respostas, e, tenho que concordar com o que ela disse a respeito dos blogs literarios:
    É maravilhoso o "trabalho" de divulgaçao que voces fazem e que, muitas vezes, abrem portas para os novos escritores talentosos!
    Em compensaçao, muitos blogs escrevem de qualquer jeito e só sabem elogiar pra conseguir livros de graça u.u (Sem comentarios -.-)

    Enfim, estou ansiosa com Lulital! Espero que a publicaçao e todos o resto sejam um sucesso pra ela.


    Beijoos

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Adorei a entrevista.
    Tenho tanta vontade de conhecer o trabalho destes novos autores que tem surgido. Ai um dia eu consigo. ;D
    Ms eu quero parabenizar a Pri pelo livro. Ainda não o li, mas deu muita vontade de conhecer este "outro mundo' que vc falou.

    ResponderExcluir
  13. Nossa, gostei muito da entrevista. A Pri é bem simpática, e pelo visto seu livro é muito bom, viaja legal. Sempre é bom sonhar, principalmente escrevendo um livro. No meu caso, tenho vontade de escrever um livro... Estou pensando em um romance aqui para elaborar, por todas as minhas idéias e começar a escrever um longo conto com muito mistério, amor, ação. Dessa vez acho que não vou mexer com magia, mas amo livros de ficção que envolvem magia. Lulital pelo visto foi criado detalhe por detalhe, sonhando, gosteide como ele originou, de um brincadeira. Uma sugestão que acabou virando algo muito bom.
    Quanto a literatura nacional, é mesmo, agora ela está evoluindo, principalmente com campanhas e blogs e afins. Acho ótimo essa iniciativa, exceto quando não fazem para o bem. Sendo que, tem gente que usa seu blog só para ganhar livro de graça e/ou xingar autores. Totalmente anti-ético mesmo. ¬¬
    Acho que quando o livro for publicado, talvez eu procure tê-lo pra mim, viajar em um outro mundo é sempre ótimo :D
    A Pri, boa sorte com a publicação, e a criação do segundo livro. A Gabi, sucesso com o blog. Beijos ;*

    ResponderExcluir
  14. O blog Café com Magia tem um gif pra você! *-*
    http://cafecommagia.blogspot.com/p/eu-apoio.html
    Espero que goste.
    Beijos'

    ResponderExcluir
  15. Otima entrevista, gostei mesmo, estou louca pra ler Lulital, tenho certeza que logo que lançar vai fazer bastante sucesso *-*

    Mila
    blog Cookies
    @bigcookieq

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo