#Resenha “Os sete” - André Vianco

 

  • Título: “Os Sete”
    Autor: André Vianco
    Editora: Novo Século
    Páginas: 380
  • Conceito: 1234

Uma caravela portuguesa naufragada há cinco séculos é descoberta no litoral brasileiro. Dentro dela, sete cadáveres aprisionados em uma caixa de prata, acusados, na época, de bruxaria. Universitários irão estudar os cadáveres, que estão em perfeito estado de conservação... Será que estão mesmo mortos?

Tiago, César e Olavo nunca imaginaram que suas vidas poderiam mudar tanto após descobrirem uma velha Caravela portuguesa, afundada em uma das depressões do litoral do Rio grande do sul, próximo a costa de Amarração.Extasiados com a sua recente descoberta, eles chamam sua amiga de infância Eliana, estudante de história da Universidade de Porto Alegre, para ajudá-los a saber se a caravela poderia lhes trazer alguma riqueza. Rapidamente vários historiadores entusiasmados com a ideia de objetos e documentos tão antigos chegam a Amarradão. Depois de muito trabalho eles conseguem reerguer a caravela afundada, que estava intacta a não ser por um buraco, onde provavelmente um tiro certeiro de canhão a fez afundar.

Dentro da caravela nenhum dos objetos encontrados se assemelham a uma grande e misteriosa caixa de prata. Cegos pela curiosidade eles ignoram um bizarro aviso esculpido na caixa, seguido por nomes que não pareceram fazer sentido algum. Inverno, Lobo, Tempestade, Gentil, Espelho, Acordador e Sétimo. O procedimento de abertura da caixa ocorre normalmente, a não ser por um pequeno corte que Eliana sofre em uma das serras que abrem a caixa. Quando aberta eles tem uma supressa inicialmente infeliz apenas para os mais ambiciosos, sete corpos apodrecidos e aparentemente normais são encontrados. A cidadezinha é tomada por biólogos, historiadores e estudantes ansiosos para estudar os corpos dos portugueses.

O que eles não esperavam é que um dos ‘espécimes’ começasse a se regenerar em uma velocidade incrível. Um frio sobrenatural toma a cidade, chegando ao ponto de cair neve no litoral. Logo o lusitano Guilherme, o Inverno, acorda do seu sono de 500 anos. Enfurecido por ter sido trancafiado por tanto tempo, ninguém pode detê-lo, e apesar de vários empecilhos ele consegue trazer quase todos os seus irmãos de volta a vida-ou morte; seus únicos objetivos são retornarem juntos a Portugal para se vigarem daqueles que os aprisionaram, manter aquele o os amedronta em seu sono profundo, e terem a jovem mortal que possibilitou inicialmente o despertar de Guilherme, Eliana.
Logo nos primeiros dias após o despertar de Inverno, e depois o de Manuel, o Acordador, Amarradão é tomada pelo caos, que chega também rapidamente a Porto Alegre e São Paulo.
Vampiros milenares que carregam muito ódio e um intenso desejo de vingança acordam em um país totalmente estranho e cheio de coisa assustadoramente novas, criadas por ‘mágicos’ mortais, estes que vão cometer um erro letal, não acreditar em vampiros.

Como comentei nesse post, esse livro me fez gostar muito mais da literatura brasileira, o @AndreVianco nos leva a situações assustadoras, e nos prende a essa história bizarra. Esqueçam os vampiros de Crepúsculo, pois esses aqui vão ter assustar verdadeiramente.

Com uma narrativa eletrizante não consegui parar de ler esse livro, a história só parecia melhorar cada vez mais. Um livro fascinante que nos apresenta a sete-seis vampiros que carregam um passado no mínimo inusitado, e que após o seu despertar vão mudar drasticamente a vida de muito brasileiros. Ótima história, recomendo sem dúvida esse livro.

O final me chocou, mas a história continua em “Sétimo” .

9 comentários:

  1. EU JÁ LI! NO ANO PASSADO! SÓ NÃO LI AINDA SÉTIMO POR FALTA DE TEMPO MESMO, MAS SUPER RECOMENDO. ADOREI O MIGUEL ELE É O MELHOR DE TODOS OS VAMPS, MAS NÃO NEGO QUE O PRÓPRIO "SÉTIMO" É MARAVILHOSAMENTE CRUEL! HOHO!

    ResponderExcluir
  2. E A CRUELDADE DELE É INSTIGANTE, AINDA MAIS PORQUE TEM UM MOTIVO POR TRÁS DISSO1

    ResponderExcluir
  3. Acabo de descobrir que julgo um livro pela capa ;x. Literalmente.
    Quando vi, nem passou pela minha cabeça que podia ser um livro brasileiro.
    E a história me parece boa. Cheia de surpresas. Nunca li Crepúsculo, não me agrada muito. Mas os vampiros desse livro me convidam para a história.
    Talvez eu o leia um dia. Tenho alguns livros em mente e devo dár-lhes preferência. Mas bem que esse poderia ter me aparecido antes, assim estaria nos primeiros da lista 'haha.
    Muito boa a dica ^^

    ResponderExcluir
  4. Ah eu quero ler esse *-* Tava tão baratinho no submarino e eu não comprei, olha só Q Gostei da resenha, ficou muito boa *-*
    Beijos, Vanessa.

    ResponderExcluir
  5. eu esqueci de comentar sobre o novo layout :)
    Ficou perfeito!
    Bem a cara do blog. As cores leves são bem legais pra leitura.
    Muito bom, não podia ser melhor ^^

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar muito bem desse livro, realmente a história parece ser ótima. Valeu a dica, :)
    E sobre o layout, está D-E-M-A-I-S Gabi! Que lindo mesmo, super fofinho e tal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. parece ser bem bacana :D taí, gostei :D vou dar um jeito de conferir

    ResponderExcluir
  8. Sou louca pra ler. Sempre fui. Mas nunca tive em mãos... Ótima resenha, bjos.

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro, pois até hoje só li sobre vampiros bonzinhos e melosos, então quero conhecer os vamps de VERDADE! E também é sempre bom ler uma história com um pouco de terror \o/
    Adoro essa capa, quero muito ler *-*
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Adoro receber críticas construtivas! :)
Sempre que posso reservo um tempo para responder todos os comentários!
Obrigada desde já pelo carinho!

xoxo

© Mundo Platônico Todos os direitos reservados.
Criado por: Gabriela Morgante.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo